zoom it
O universo dos Bboys visto pelas lentes de Willian Machado

Começou no último dia 15 de março e vai até o dia 31 do mesmo mês, das 9h às 21h, na fábrica de Cultura do Jaçanã em São Paulo. O local recebe a exposição “O breaking”, do fotógrafo Willian Machado, em comemoração ao mês do Hip Hop.
A mostra traz imagens inéditas de ensaios exclusivos que registram os movimentos dos Bboys dentro da dança e em campeonatos.

11261915_10201592696814759_5063757427072450793_o

1240387_10201592696934762_1743777762432523059_n

Além das fotos, também haverá palestras com os profissionais Alan Rodrigues (Bboy Zé) e William Machado, Idealizador da mostra, sobre marketing e imagem pessoal. O Bboy grilo também estará por lá realizando um Workshop de dança.

  • O evento tem apoio da New Era, a maior marca de headwear (bonés e outros acessórios para a cabeça) do mundo.

Exposição “O Breaking”, de William Machado
Local: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138 – Jova Rural
Horário de funcionamento: das 9h às 21h
Telefone: (11) 2249-8010
Abertura da exposição: 15/03
Encerramento da exposição: 31/03

Programação Especial:

Palestras 22/03
Willian Machado às 14h
Alan Rodrigues às 14h20

Workshop 22/03
Bboy Grilo às 14:50h

12525522_10201592696974763_5096505678084528330_o

Gleicy Favacho é uma maquiadora com alma de artista. Quando pequena sonhava em descobrir um mundo fantástico através do armário muito antes de se ouvir falar em Nárnia. Essa imaginação a levou a seguir uma profissão onde ela pudesse participar da construção de vários mundos e histórias diferentes, sendo apaixonada por cinema, teatro e outras artes. Claro que, sendo adulta, já mantém um pouco mais os pés no chão, mas sempre olha dentro de um armário ou outro, afinal, vai que… né?


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Gleicy Favacho

Gleicy Favacho é uma maquiadora com alma de artista. Quando pequena sonhava em descobrir um mundo fantástico através do armário muito antes de se ouvir falar em Nárnia. Essa imaginação a levou a seguir uma profissão onde ela pudesse participar da construção de vários mundos e histórias diferentes, sendo apaixonada por cinema, teatro e outras artes. Claro que, sendo adulta, já mantém um pouco mais os pés no chão, mas sempre olha dentro de um armário ou outro, afinal, vai que… né?

Previous Livro de cabeceira
Next No escurinho: Longa de Joachim Trier reúne Jesse Eisenberg, Isabelle Huppert e Gabriel Byrne

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close