Os recursos do Fundo Setorial do Audiovisual contemplam longas-metragens e séries

A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) anunciaram novos projetos contemplados em quatro chamadas públicas do Programa Brasil de Todas as Telas que têm sua operação na modalidade fluxo contínuo. A operação contempla quatro longas-metragens de ficção para as salas de cinema, uma série para TV e uma proposta de programação para a TV por assinatura. O investimento total chega a aproximadamente R$ 8,1 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Pela Chamada Pública PRODECINE 03/2013, chamada que disponibiliza recursos para a fase de comercialização da obra, foram selecionados os longas: “Prova de Coragem”, de Roberto Gervitz; “A Família Dionti”, de Alan Minas e “Introdução à música do sangue”, de Luiz Carlos Lacerda. Cada obra fará jus a investimentos de R$ 200 mil.
Ainda no âmbito da produção para o cinema, foi anunciado aporte de R$ 1 milhão para a complementação de recursos de produção do longa-metragem “Praça Paris”, de Lucia Murat, por meio da chamada PRODECINE 04/2013.

A operação inclui ainda o investimento de R$ 2,6 milhões na série de ficção “Feras”, dirigida por Teodoro Poppovic, com veiculação inicial prevista para o canal MTV. Contemplada pela chamada PRODAV 01/2013, a série de comédia da Primo Filmes fala sobre as agruras e desventuras de um jovem adulto no complicado mundo dos relacionamentos do século XXI.

O Programa anunciou ainda investimento de R$ R$ 3,93 milhões na proposta de programação apresentada pela TVE, do Rio Grande do Sul, na Chamada Pública PRODAV 02/2013. Esta linha possibilita que empresas programadoras de televisão solicitem recursos para obras audiovisuais de produção independente pré-selecionadas em processos realizados por elas próprias. As programadoras são as proponentes, mas os investimentos do Programa Brasil de Todas as Telas são contratados diretamente com as produtoras independentes, na modalidade participação em projeto.

Confira abaixo mais informações sobre os projetos contemplados:

PRODECINE 03/2013
“Prova de coragem” – Longa-metragem de ficção
Proponente: M. Schmiedt Produções (RS)
Distribuidora: Europa Filmes
Direção e Roteiro: Roberto Gervitz
Valor investido pelo FSA: R$ 200 mil
Sinopse: Adaptação cinematográfica baseada no livro “Mãos de Cavalo”, de Daniel Galera.

“A Família Dionti” – Longa-metragem de ficção
Proponente: Caraminhola Produções Artísticas (RJ)
Distribuidora: Ludwig Maia ArtHouse Distribuidora de Filmes
Direção e Roteiro: Alan Minas
Valor investido pelo FSA: R$ 200 mil
Sinopse: O filme narra a história de um pai e seus dois filhos que vivem em um sítio no interior de Minas Gerais. A mãe não mora mais com eles, pois derreteu de amor, evaporou e partiu. Enquanto todos os dias sonha com a volta da mulher a cada chuva que cai, o pai cuida dos filhos com olhar atento, preocupado com a possibilidade de que tenham herdado o dom da mãe.

“Introdução à música do sangue” – Longa-metragem de ficção
Proponente: Matine Filmes (RJ)
Distribuidora: Ludwig Maia ArtHouse Distribuidora de Filmes
Direção e Roteiro: Luiz Carlos Lacerda
Valor investido pelo FSA: R$ 200 mil
Sinopse: No interior do Brasil, entre o mundo arcaico e o contemporâneo, uma família vive suas angústias numa atmosfera de desejo e repressão. Baseado em argumento do escritor Lucio Cardoso, um mestre do romance de introspecção psicológica.

PRODECINE 04/2013
“Praça Paris” – Longa-metragem de ficção
Proponente: Taiga Filmes e Vídeo
Distribuidora: Reserva Nacional
Direção: Lucia Murat
Roteiro: Lucia Murat e Raphael Montes
Valor investido pelo FSA: R$ 1 milhão
Sinopse: Praça Paris mostra o conflito entre uma psicanalista portuguesa que veio ao Brasil para desenvolver uma pesquisa sobre violência, e sua paciente num Centro de Terapia para pessoas carentes de uma universidade brasileira. Estuprada pelo pai, a paciente tem apenas um irmão, que era chefe do tráfico do morro e está preso.

PRODAV 01/2013
“Feras” – Série de ficção
Produtora: Primo Filmes
Programadora: MTV
Direção: Teodoro Poppovic
Roteiro: Felipe Sant’Angelo, Gustavo Suzuki e Teodoro Poppovic
Valor investido pelo FSA: R$ 2,6 milhões
Sinopse: Comédia sobre as agruras e desventuras de um jovem adulto no complicado mundo dos relacionamentos do século XXI. A série segue o ponto de vista de Ciro, um homem que entra tardiamente no universo de “caça” dos solteiros e tem que sobreviver da melhor maneira que pode, em um mundo de relações que estão se redefinindo, de papéis de gênero que se reconfiguram e de novas visões sobre sexo e afeto.

PRODAV 02/2013
Projeto: Proposta de Programação TVE/RS 2015/2016
Proponente: Fundação Cultural Piratini Rádio e Televisão (RS)
Valor investido pelo FSA: R$ 3,9 milhões
Projetos selecionados pela TVE/RS que receberão investimentos do FSA:
“Família Pereira”, da Demaman e Jorge – série documental de 26 episódios com 26 minutos.
“Um lugar para sentir”, da Estação Elétrica Filmes – série documental de 26 episódios com 26 minutos.
“Turma 5B”, da Invidio Produções Cinematográficas – série de ficção com 13 episódios de 15 minutos.
“Formigas”, da Gustavo Spolidoro – série de ficção com 13 episódios de 15 minutos.
“Inimigo Interno”, da Margem Cinema Brasil – série de ficção com 13 episódios de 15 minutos.

Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas

O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, pela presidenta Dilma Rousseff, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. O Programa, uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais, foi formulado pela ANCINE em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA.

O Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 2 foi lançado no dia 1º de outubro, no Rio de Janeiro, em cerimônia com a presença do Ministro da Cultura, Juca Ferreira, garantindo a continuidade de uma política pública vigorosa para o audiovisual brasileiro.

O Fundo Setorial do Audiovisual – FSA é um marco na política pública de fomento à indústria cinematográfica e audiovisual no país, ao inovar quanto às formas de estímulo estatal e à abrangência de sua atuação. Isto porque o FSA contempla atividades associadas aos diversos segmentos da cadeia produtiva do setor – produção, distribuição/comercialização, exibição, e infra-estrutura de serviços – mediante a utilização de diferentes instrumentos financeiros, tais como investimentos, financiamentos, operações de apoio e de equalização de encargos financeiros.