NoEscurinho2

O Bebê de Bridget Jones

Depois do sucesso dos dois primeiros filmes, ambos responsáveis por fazer a carreira de Renée Zellweger decolar de vez em Hollywood, um terceiro filme chega para fechar a história de Bridget Jones.

MV5BYmI4ODZmYTUtYjMxZi00YjZjLWIzYmEtYmMxOWE0MDI5NmZhXkEyXkFqcGdeQXVyMjMwNTA3NDI@._V1__SX1394_SY760_

Dessa vez sem Hugh Grant, que saiu por divergências criativas com o roteirista e a autora da série de livros, a produção aporta no mercado com um certo clima de ansiedade, uma vez que ficou anos sendo esperada pelo público. Ansiedade essa que pode até se transformar em um resultado não muito agradável no fim das contas, caso o filme não atinja as expectativas. Para evitar que isso aconteça, os estúdios não perderam resolveram contratar Sharon Maguire, responsável pelo primeiro filme da franquia e sucesso absoluto de público. Maguire entra para substituir Paul Feig que também deixou o projeto.

O enredo gira em torno de uma nova Bridget Jones, uma mulher pronta para ser feliz e completamente resolvida e confiante com sua vida. Produtora do noticiário em que trabalhava, ela se orgulha pela vida que leva e, inclusive, por ter uma relação estável com o ex-namorado Mark Darcy. Entretanto, as mil maravilhas na qual vive acaba por começar a mudar quando descobre que, aos 40 anos de idade, está esperando o seu primeiro filho. E o pior, ela mantém dúvidas de quem realmente poderia ser o verdadeiro pai.

Além de Renée Zellweger e Colin Firth que volta interpretando Mark Darcy, o filme conta com Patrick Dempsay e Ed Sheeran no elenco. A comédia estreia nos cinemas brasileiros em setembro de 2016.

Assista o primeiro trailer completo abaixo:

Daniel Gravelli é um brazuca que parle français e roda uns filmes por aí. Apaixonado pelo universo da escrita, tem um caso com o teatro e morre de amores pelo cinema. Fotógrafo e crítico nas horas vagas, gosta de cozinhar, apreciar um bom vinho e trocar ideias interessantes.