Connect with us

Hi, what are you looking for?

Séries/TV

Viola Davis: a ascensão da mulher negra na sociedade

Atriz Viola Davis
Imagem: Divulgação/Emmys

8 de março. Dia Internacional da Mulher. Da que luta por seus direitos e lugares na sociedade. Que espera poder andar nas ruas tranquilamente. Que usa as roupas e as maquiagens que quiser. Que fala palavrão, sim. Que é humana. Que é mulher. Que é, simplesmente, o que ela quiser!

E para ilustrar esse dia escolhemos ninguém menos que “Viola Davis”. Negra, nascida em 1965 na fazenda de sua avó em Saint Matthews, Carolina do Sul, EUA. Com uma vida difícil, a atriz contou recentemente em seu instagram que possui apenas uma foto de sua infância, devido à falta de dinheiro para comprar uma câmera fotográfica. Além disso, relatou ainda que precisava dormir com o corpo coberto até o pescoço para escapar dar mordidas dos ratos que infestavam sua humilde casa.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Mas nada disso atrapalhou os sonhos de Viola, sua vida começou a melhorar quando ganhou uma vaga em uma das melhores escolas de seu país. Tornou-se atriz, graduada pela “Juilliard School”, e começou atuando em pequenas peças antes de ganhar os palcos da Broadway. Após algumas participações em filmes, a atriz teve seu maior sucesso no filme “Dúvida” (2008), pelo qual foi indicada ao “Globo de Ouro” e ao “Oscar de melhor atriz coadjuvante”.

Viola é a primeira negra a completar a “Tríplice Coroa de Atuação”, termo usado para descrever atores que foram premiados nos três diferentes veículos: cinema, teatro e TV, respectivamente com o Oscar (2017), Tony (2001) e Emmy (2015). Ao todo, Viola Davis carrega 9 de indicações dos mais importantes prêmios da carreira de uma atriz, entre Tonys, Globos de Ouro, Oscars e Emmy. Esses dois últimos tendo destaque, o primeiro pelo filme “Um limite entre nós” e o segundo por seu papel na famosa série “How to get away with muder”.

Marcada por seus fortes discursos, tornou-se uma referência na luta pela ascensão das mulheres negras no cinema. Sempre fez papeis de mulheres fortes e batalhadoras. Dois grandes exemplos disso são: “Aibeleen Clack” e “Annalise Keating”.

Advertisement. Scroll to continue reading.

No filme “The help”, sua personagem Aibeleen Clack, mostra um lado da mulher negra, o que cuida de crianças para que os brancos, como é dito no filme, possam viver e trabalhar. Na trama, Aibeleen, após perder seu filho e cuidar dos de seus patrões, ajuda uma jornalista a escrever um livro contando histórias das empregadas domésticas do Mississipi.

Já a personagem Annalise é uma advogada consagrada que consegue solucionar os mais improváveis casos. Por trás da mulher forte e confiante que mostra ser no tribunal, há uma outra versão dela mesma que aparece em uma das cenas mais lindas e marcantes de toda série, “How to get away with murder”, em que a personagem se “desmonta” após um dia de trabalho, retirando toda maquiagem, peruca e roupas de grife. Neste momento, se mostra uma mulher como qualquer outra, com pontos fracos, sensível e verdadeira.

Os papeis de Viola Davis veem para mostrar que, não apenas na ficção, há espaço para todas na sociedade, independentemente de cor, raça ou sexo, como a própria atriz ressaltou em seu discurso ao ganhar o Emmy:

Advertisement. Scroll to continue reading.

“o que falta para os negros são oportunidades.”

E para as mulheres também. Acrescento aqui o respeito que está em baixa na rotina da sociedade, não só para ambos, citados anteriormente, mas em todos os sentidos.

Viola conquistou seu espaço no mundo e realizou seus sonhos. Hoje, luta para que isso ocorra com outras pessoas que sofrem preconceito dos mais diferentes tipos. Fica aqui uma inspiração dessa uma mulher que busca por dignidade e respeito, não só para ela, mas para todos nós.

“Aos 51 anos, descobri que é um privilégio poder ser quem é e que não preciso mudar meu tamanho, minha cor ou minha idade. ” – Viola Davis.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Por Carolina Gomes

Advertisement. Scroll to continue reading.
Written By

2 Comments

2 Comments

  1. Júlia Cruz

    20 de março de 2017 at 17:37

    Eu amo muito essa mulher!! Acho que a minha função na terra é divulgar e enaltecer o trabalho dela hahahahaaha 💓💓💓💓💓

  2. Reh Galvão

    20 de março de 2017 at 19:10

    Nossa não conhecia essa mulher , super guerreira .
    Me emocionei com a Historia Parabéns pelo Post .
    Bjs

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode ler...

Filmes

Steven Soderbergh (vencedor do Oscar de melhor diretor por “Traffic” em 2000), junto do indicado ao Emmy Jesse Collins (“Zoboomafoo”) e da produtora Stacey...

Filmes

A distribuidora Downtown Filmes e as produtoras Gaya Filmes e Ligocki Entretenimento divulgam o trailer e anunciam que “Pureza” está entrando na disputa pela...

Filmes

A 93ª edição pode não acontecer na data planejada Segundo algumas fontes ouvidas pela Variety,  a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas norte-americana está considerando...

Filmes

Elas são estrelas internacionais amandas pelos cinéfilos Esta lista traz dez talentosas atrizes que fazem bastante sucesso, mas que podem ser desconhecidas para boa...

Advertisement

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.