8 de dezembro de 2019

This is Us” é um grande sucesso da televisão aberta nos EUA. A série é ganhadora de vários prêmios, incluindo Globo de Ouro e EMMY. Ela está em sua terceira temporada, e mantém altos índices de audiência.

Aqui no Brasil a série é transmitida pela Fox Premium e pelo serviço de streaming Amazon Prime Vídeo, e conquista desde os primeiros episódios. Por isso listamos abaixo quatro motivos para você assistir a série.

1 – Os Atores

Um dos grandes destaques da série é seu elenco e podemos destacar 3 atores principais:

Sterling K. Brown que interpreta Randall está espetacular, sua presença em cena é marcante, seu personagem é um dos melhores da série, merecendo o EMMY de melhor ator conquistado no ano passado.

Milo Ventimiglia é outro que também está em evidência, Jack é o paizão que todos adoram, carismático o expectador já é fisgado por seu personagem no primeiro episódio.

Por fim Mandy Moore que interpreta Rebecca, a cada episódio seu personagem é aprofundado acarretando num desenvolvimento maior, e acabamos nos apaixonamos por ela ao longo das temporadas.

2 – Personagens

Uma das coisas mais importantes em uma série são os personagens, pois quando uma série desse porte traz personagens que são mal desenvolvidos ou sem carisma, são grandes as chances da mesma naufragar. Mas não é o caso de “This is Us”, como falado anteriormente no primeiro episódio o público já é conquistado pelos personagens se importando com cada um a partir daí. A série também procura dar importãncia aos personagens coadjuvantes, sendo a história desses relevantes aos personagens principais.

3 – Roteiro

Outro grande destaque é o roteiro, os diálogos da série são bem construídos, com discursos não apelativos e que são inseridos na hora certa. Longe de  ser melodrama, cada cena da série tem sentido e importância na trama. Os temas de família e relacionamento são bem desenvolvidos e aprofundados, e as histórias dos personagens são coesas com desenrolar da narrativa.

4 – Edição

O mais fascinante em “This is Us” é a capacidade de interagir passado, presente e futuro, cada cena em tela tem sua importância. A edição da série consegue montar uma narrativa intercalando os três tempos sem ficar confuso. Uma cena que é exibida em um episódio terá o seu significado em um episódio mais a frente. Com isso a série não fica monótona, e tem um ritmo fluido sem se tornar cansativo.


Por Eduardo Chaves

Show Full Content
Previous Crítica: Goosebumps 2 – Halloween Assombrado
Next Rio de Janeiro ganha sala “Jogos Mortais!” na Escape Time

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Filmes para quem ama gastronomia

27 de julho de 2017
Close