Connect with us

Hi, what are you looking for?

Filmes

5 filmes sobre trabalho em equipe

No dia 23 de março, estreou nos cinemas brasileiros, “Power Rangers”. A história dos grupos de cinco amigos é conhecida em todo planeta, pelas lutas, poses, cores vibrantes e, é claro, o trabalho em equipe deles. Eles só conseguem derrotar os vilões e atingirem os objetivos, graças ao esforço coletivo de todos. E no cinema, a temática envolvendo o apoio coletivo não chega a ser novidade. Geralmente, os personagens têm personalidades diferentes que, em algum momento, precisam funcionar juntas para vencerem as adversidades. Então, para ajudar a transformar um grupo, em uma equipe, listo 5 filmes sobre trabalho em equipe.

Universidade Monstros (2013), de Dan Scanlon:

Advertisement. Scroll to continue reading.

Para os fãs de animação, “Universidade Monstros” é um prato cheio quando o assunto é trabalho em equipe. A história de como os monstros Mike Wazowski e James Sulivem se conheceram revela como pessoas diferentes, de pensamentos diferentes, grupos diferentes e quando motivadas para um bem comum, podem se tornar equipes imbatíveis. Na trama, os dois jovens são membros de fraternidades diferentes que acabam unidos numa mesma fraternidade, depois de um acontecimento. Os personagens precisam lidar com as diferenças e motivar uma equipe de monstros desacreditados, rumo à vitória no campeonato de sustos. Será que eles conseguem? Vale a pena conferir.

 Fuga das Galinhas (2000), de Peter Lord e Nick Park:

Advertisement. Scroll to continue reading.

Lutando para fugir da vida de exploração e morte, as galinhas, lideradas pela galinha Ginger e galo Rocky, esquematizam um plano para fugir da granja da temida e malvada Srª Tweedy. Para que o plano possa dar certo, as galinhas precisam do apoio e da confiança de umas as outras para escaparem de virar galinha frita. Este é um verdadeiro filme para quem quer motivar a equipe para enfrentar grandes adversidades em conjunto.

Franquia Velozes e Furiosos (2001)

Advertisement. Scroll to continue reading.

É difícil encontrar alguém que não tenha assistido – ou pelo menos ouvido falar – em “Velozes e Furiosos”. O filme é uma febre no mundo, tendo OITO continuações (a última estréia no dia 13 de abril). A história de Bryan, Toretto e cia. não é só mais um filme de corridas alucinantes e manobras fora da realidade. É também uma aula de trabalho em equipe. Em todos os filmes, o grupo de amigos (que não são tão amigos no primeiro filme), precisam enfrentar um grande problema que pode complicar a vida deles. Para isso, cada membro tem um papel fundamental, exercendo funções importantes para o sucesso das missões. É uma aula de como aproveitar a capacidade de cada colaborador, ou daquele seu amigo(a), que talvez não tenha muito a acrescentar na sua equipe.

Os Vingadores (2012), de Joss Whedon :

Advertisement. Scroll to continue reading.

Um grupo de super heróis é reunido para enfrentar uma ameaça que quer dominar a Terra. Um roteiro bem comum no universo de heróis. A menos que esse grupo seja formado por um gênio milionário, um herói da segunda guerra mundial, um deus nórdico, uma espiã especializada em mentir, um cientista que se transforma em um monstro e um agente com reflexos e concentração além da humana. Esse roteiro tinha tudo para não dar certo (e muitas vezes, realmente dá essa impressão), mas, quando postos em combate, o senso de equipe fala mais alto, eles deixam as vaidades de lado, e formam uma verdadeira equipe. Na vida real, também é assim. Pessoas com diversos talentos, mas, com pensamentos diferentes, podem não dar certo, se não caminharem juntos. Quando a sintonia é perfeita, tendem a ter grandes resultados.

Clube dos Cinco (1985), de John Hughes: 

Advertisement. Scroll to continue reading.

E seguindo o modelo de pessoas que não se conhecem, mas, que juntas formam uma ótima equipe, temos um dos grandes filmes do gênero. Sem super poderes ou carros espetaculares, “Clube dos Cinco” apresenta um dia na vida de cinco jovens totalmente diferentes, mas, que fazem bem o perfil do jovem estudante norte-americano, que, por algum motivo, cometeram infrações que os levaram à detenção. Lá, os jovens, que no início se ignoram, começam a se unir por conta de um bem comum. A partir desse momento, todos passaram a se conhecer mais, a entender o universo do outro e, principalmente, que é possível ser uma equipe (ou ter amigos), mesmo sendo tão diferentes. É uma realidade bem próxima do convívio social de muitas pessoas.

E ai, concordam? Acrescentem mais filmes a lista. O cinema está cheio de obras que nos ensinam que é “um por todos, e todos por um”.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Written By

Uma pitada de esportes, duas colheres de redes sociais e uma xícara de mundo geek. Esses foram os elementos que o criaram. Seu computador é o reflexo dos seus gostos: está sempre conectado às redes sociais, aos sites de notícias e as novidades do universo geek e otaku (até porque ninguém é de ferro, só o Tony Stark)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode ler...

Advertisement