Atenção: O conteúdo abaixo contém spoilers

Em diversas séries, personagens importantes têm fins trágicos e a morte desses elementos queridos e essenciais deixa cicatrizes nas séries, que podem ser positivas ou negativas para o desenvolvimento da história. Aqui vai uma lista de cinco personagens importantes que morreram inesperadamente nas séries, deixando os espectadores surpresos e chocados:

Ned Stark (“Game of Thrones”)

A morte do Senhor de Winterfell foi um dos momentos mais surpreendentes e revoltantes de toda a série. Ela foi o primeiro gigante choque que Game of Thrones” causou porque, para a maioria dos espectadores (que não tinham familiaridade com o universo de GOT), a morte de Ned era algo muito improvável por ele ser um protagonista extremamente importante e central e, como ainda estava na primeira temporada, os espectadores ainda não estavam familiarizados com o fato de que ninguém está livre do risco de morte. Ned Stark (Sean Bean) morreu de forma injusta, como um traidor que ele não era, e deixou todos boquiabertos quando foi decapitado por Ser Ilyn Payne (Wilko Johnson) na frente de Arya (Maisie Williams) e Sansa (Sophie Turner) a mando do odiado Joffrey Baratheon (Jack Gleeson).

Lori Grimes (“The Walking Dead”)

Sem dúvidas, a morte de Lori (Sarah Wayne Callies) em “The Walking Dead” ocorreu em um momento inesperado. Com tantas situações de risco já passadas e tantos empecilhos superados, o falecimento no parto de sua filha era uma situação possível, porém difícil de acreditar. Lori morreu durante uma invasão zumbi a prisão, quando entrou em trabalho de parto com Maggie (Lauren Cohan) e Carl (Chandler Riggs) ao seu lado. Os três se esconderam em uma sala e, como estava havendo uma invasão, não havia como chamar ajuda. Assim, Maggie, por insistência de Lori, cortou a barriga da mulher com uma faca, tirando o bebê de lá e, com isso, Lori faleceu na frente dos dois, por conta da perda de sangue sofrida. Além disso, foi seu próprio filho, Carl, que atirou em sua cabeça para impedir que a mãe se transformasse em um walker.

Marissa Cooper (“The O.C.”)

A morte de Marissa (Mischa Barton) era uma das coisas mais improváveis que poderia acontecer em “The O.C.”. Sendo uma das protagonistas principais e o interesse romântico principal de Ryan (Ben McKenzie), era de se imaginar que eles fossem acabar a série juntos, com Marissa tendo superado seus problemas familiares e pessoais e o quarteto Summer (Rachel Bilson), Seth (Adam Brody), Ryan e Marissa vivendo a vida felizes e realizados. Porém, não foi isso que aconteceu. Marissa faleceu no final da terceira temporada, em um acidente de carro provocado pelo seu ex-namorado problemático, Kevin Volchok (Cam Gigandet). Por uma tentativa falha de falar com a menina, Volchok começa a bater no carro de Ryan, onde estavam o protagonista e Marissa, e o carro acaba capotando, causando a morte de Marissa. A cena é triste e emocionante, trazendo várias lágrimas aos olhos dos espectadores, com Marissa partindo nos braços de Ryan ao som de Halellujah.

Freddie (“Skins”)

A morte de Freddie (Luke Pasqualino) causou e ainda causa muita indignação nos fãs da série. Inesperado, improvável, repentino e cruel são adjetivos que podem definir bem o trágico fim de Freddie Mclair. O personagem morreu assassinado por John Foster (Hugo Speer), psiquiatra de Effy Stonem (Kaya Scodelario), sua namorada. O homem, como depois de um tempo é descoberto, era obcecado pela menina e mata Freddie por espancamento com um taco de baseball em uma das cenas mais chocantes de toda a série.

Allison Argent (“Teen Wolf”)

A morte de Allison Argent (Crystal Reed), além de chocar os fãs da série, ainda deixou os olhos das pessoas cheios de lágrimas. A personagem morreu em batalha, ao salvar seus amigos, durante uma luta do penúltimo episódio da terceira temporada e, sem dúvidas, foi a morte mais marcante da série. O grito de Lydia (Holland Roden), banshee e sua melhor amiga, ao sentir a morte da amiga no exato momento em que ela acontece é cheio dor e sofrimento e a despedida entre Allison e Scott (Tyler Posey) é emocionante, marcando os sentimentos de Allison, a sua ausência de dor, a sua vontade de confortar as pessoas e a sua preocupação com o pai – esse, que acabou vendo a filha morta nos braços de Scott.

E aí, se chocaram com alguma dessas mortes? Assistem quais dessas séries? Sentem falta dos personagens? Contem aí para a gente nos comentários!


Por Carolina Sá