6 de dezembro de 2019

Nessa sexta-feira (13/07), a cantora Ariana Grande lançou por volta das 13h (horário de Brasília) o clipe do seu mais novo trabalho, o pop “God Is a Woman”. O novo vídeo está cheio de referências a obras de artes clássicas, cultura e ciência. Com o título, nós já podemos perceber que o novo single tem uma pegada que trata sobre a força feminina, além de contrariar o ensinamento da Igreja Católica que diz que Deus é um homem.

Logo no início do clipe, Ariana aparece deitada em uma pintura que lembra o órgão genital feminino. Depois, ela faz uma referência a famosa escultura “O Pensador”, de Auguste Rodin, imitando a clássica pose. Nesse momento, homens em tamanhos pequenos jogam ofensas contra a cantora que é gigante comparada a eles, dando um ar de superioridade. A simbologia dessa cena se refere a todo tipo de ofensa que as mulheres recebem pela sociedade machista.

O clipe também faz homenagem para a rainha do pop Madonna. Ariana aparece com um sutiã de cone, no estilo da famosa peça usada pela cantora em 1990. Sem falar que a Madonna é um dos símbolos do empoderamento feminino, né? Sendo ícone desde o começo da sua carreira.

Clássico look da rainha do pop usado nos anos 90

Em outra cena do clipe, Ariana faz outra simbologia de obras clássicas. Ela está gigante e três homens aparecem e mamam em suas tetas. Não é menos que uma referência à Lupa Capitolina, escultura que tem as figuras mitológicas Remo e Rômulo mamando em uma loba. Outra referência de arte é quando a cantora recria o famoso quadro ‘A Criação de Adão’, do pintor Michelangelo, mas desta vez só com personagens mulheres.

Ariana também faz referência para passagens da Bíblia, como a criação do mundo. Em certo momento, ela aparece mexendo no Planeta Terra, nas águas e nos ventos. Além disso, outra passagem também é retratada quando reproduz o Jardim do Éden, que só tem mulher na reprodução. Ela mostra nesse momento o poder que a mulher tem de gerar uma outra vida.

Acha que acabou por aí? Nada disso! Em outro momento, a cantora Madonna é relembrada mais uma vez. Porém, agora ela também contribui com a sua voz, mas não cantando, mas sim discursando uma fala retirada do filme “Pulp Fiction” (1994), do cineasta Quentin Tarantino.

Em outra cena, a cantora parece que faz uma alusão ao seriado do momento: “The Handmaid’s Tale”. Tem tudo a ver, né? Afinal a série retrata uma sociedade organizada por homens que submetem as mulheres, onde elas são subjugadas e servem apenas para a reprodução. Mas nada confirmado pelos sites gringos.

Até o momento, o clipe já teve mais de 5,9 milhões de acesso e é o quarto vídeo em alta no Youtube.

Vale lembrar que a música já recebeu uma enxurrada de críticas das fãs gringas por fazer referência a Deus como uma mulher. Até a cantora Elza Soares saiu em defesa da cantora americana.

A nova música será faixa do próximo álbum da cantora americana, intitulado “Sweetener”, com lançamento previsto para o dia 17 de agosto.

Confira o clipe aqui:


Por Marina Mattos

Show Full Content
Previous Crítica: Tau
Next CPM 22 e Raimundos divulgam música inédita

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Criador de Chernobyl desenvolverá novo “Piratas do Caribe”

26 de outubro de 2019
Close