De “Indiana Jones” a “Star Wars”, o público viajou e aplaudiu de
pé a cada trilha clássica do cinema

A noite carioca ganhou de presente um lindo concerto de tributo a John Williams realizado pelo projeto Conexões Musicais, que contou com a participação da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa

Com 62 anos de carreira, John Williams é o recordista de indicações e conquistas de Oscars por suas trilhas sonoras, totalizando 51 indicações no total. E as suas trilhas mais marcantes não ficaram de fora do espetáculo.

O tributo começou fazendo os presentes voltarem aos anos 80 com a trilha sonora aventureira de “Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida”, seguida por  “E.T. O Extraterrestre”. Posteriormente, foi a vez de entrarmos na era dos dinossauros com a marcante trilha de “Jurassic Park” até chegar o momento da tensa música que acompanhava os ataques no filme “Tubarão”. Todos esses filmes de Steven Spielberg, o maior parceiro do compositor em filmes. 

E, para finalizar, a primeira metade o espetáculos, o som que invadiu o teatro foi o do Super Herói mais conhecido dos cinemas, “Superman”

Depois de um curto intervalo para nos recompormos do banho nostálgico fomos contemplados com três belas e emocionantes faixas da trilha sonora do filme “A Lista de Schindler”, com regência de Daniel Guedes no violino.

“Perfume de Mulher” teve sua vez com a clássica e notável faixa Tango. Entretanto, a hora mais esperada e marcante da noite ficou guardada para o final do espetáculo. Quatro trilhas de “Star Wars”, uma das obras mais brilhantes de John Willians, foram tocadas e repetidas. E para delírio dos presentes, Stormtroopers escoltaram Darth Vader durante a execução da “Marcha Imperial”

Foi uma noite marcante finalizada com o público aplaudindo de pé um concerto memorável que lotou o Theatro Municipal

Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Dan Andrade

Cursando Produção Cultural atualmente, sempre foi apaixonado por cinema e decidiu que de alguma forma trabalharia com isso. Tendo como inspiração Steven Spielberg e suas histórias que marcaram gerações, escreve, assiste, lê e aprende, para um dia produzir coisas tão grandes e que inspirem pessoas como um dia ele o inspirou.

Previous “Jurassic Park”, “O Iluminado” e “Cinderela” entram para lista de “Tesouros do Cinema”
Next Colin Trevorrow fala o que imagina para “Jurassic World 3”

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close