O filme não usará dinossauros como armas em guerras

Em uma conversa com o Jurassic Outpost, Colin Trevorrow, que escreveu o roteiro de “Jurassic World” e “Jurassic World: Reino Ameaçado”  e que vai escrever e dirigir “Jurassic World 3“, deu sua visão do que pretende mostrar no sexto filme da franquia “Jurassic Park”

Se Reino Ameaçado tratou de tirar os dinossauros das ilhas e terminou com eles soltos pelo mundo, e alguns comprados para serem explorados como entretenimento, “Jurassic World 3”, segundo Colin, abordará como esses dinossauros serão inseridos no ecossistema e como isso afetará o mundo.

Confira o que ele disse:

“Não tenho ideia do que motivaria dinossauros a atacarem uma cidade. Eles não podem se organizar. O mundo com o qual eu me empolgo é um no qual é possível que um dinossauro corra na frente do seu carro em um estrada com névoa, ou invada o seu acampamento procurando comida.”

“Um mundo no qual interação com dinossauros é improvável, porém possível – na mesma maneira que nos cuidamos em relação a ursos ou tubarões. Nós caçamos animais, traficamos eles, reproduzimos eles, invadimos seu território e pagamos o preço, mas não vamos à guerra com eles. Se esse fosse o caso, teríamos perdido essa guerra muito tempo atrás.”

“Meu instinto é o de quebrar a linguagem clássica destes filmes um pouco e nos levar para um novo mundo que parece real e naturalístico. Quero mostrar [os dinossauros em] ambientes nos quais nunca os vimos antes.”

Com a fala, Colin já desmitifica algo que muitos temiam acontecer como o uso de mais dinossauros híbridos e o uso de dinossauros como armas de guerra. Sendo assim a história deve seguir uma linha mais palpável que se aproxima da introdução dos livros que deram origem a franquia, escritos por Michael Crichton. 

“Jurassic World: Reino Ameaçado” deve fechar o ano como a terceira maior bilheteria mundial, perdendo apenas para os longas da Marvel, “Pantera Negra” e “Vingadores – Guerra Infinita”. E “Jurassic World 3” já possui data de estreia macada para 11 de junho de 2021. Devem retornar para a produção Colin Trevorrow e Steven Spielberg, além das estrelas Chris Pratt e Bryce Dallas.