Connect with us

Hi, what are you looking for?

Crítica

Crítica: Rua do Medo – 1978 (Parte 2)

Rua do Medo: 1978
Imagem: Divulgação//Netflix

O segundo filme da trilogia de terror da Netflix, “Rua do Medo: 1978” chega ao streaming, depois de um primeiro longa morno. Dessa forma, aqui a missão é ser melhor que “Rua do Medo 1994”, onde foi desperdiçado um grande potencial. Então, temos uma continuação, que volta um pouco mais no tempo, e conta fatos passados aos que já assistimos na cidade de Shadyside. Enfim, temos uma agradável surpresa quando notamos um desenvolvimento melhor na história, e sequências de ação que realmente empolgam durante todo o filme.

Rua do Medo: 1978 - Parte 2
Imagem: Divulgação/Netflix

Shadyside continua sua jornada como “Capital do Assassinato”, em 1978. Assim, durante um acampamento de férias que une jovens das cidades vizinhas e rivais, o mal será despertado novamente. Então os assassinatos em série e o sobre natural volta a assombrar Shadsyde. E, ao mesmo tempo, duas irmãs tentam se salvar do terror.

Leia também: Crítica: Rua do Medo 1994 (Parte 1)

Ocupando um curto período de tempo e com uma história mais centrada, “Rua do Medo: 1978” possui um roteiro mais fechado e envolvente. Ao mesmo tempo que os personagens ganham suas nuances, o clima de tensão se intensifica de maneira sorrateira, dando espaço para desenvolvimento melhor dos pessonagens0.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Ainda sobre o roteiro, ao contrário do primeiro filme, aqui o meta não é esconder segredos para o ápice final. O longa revela os mistérios de forma continua, durante as sequências, montando um quebra cabeças durante os acontecimento. Dessa forma o filme ganha em densidade de história, e cenas com ação incisiva melhor distribuídas dentro do filme.

Rua do Medo: 1978
Imagem: Divulgação//Netflix

Já a direção, deixa a desejar em relação aos momentos tensos. Isso porque poucas cenas realmente despertam um aflição, ou terror. Assim, os acontecimentos são quase sempre previsíveis, a gente sabe para onde o corte vai levar e tudo que vai acontecer.

Por fim, as atuações aqui continuam em um bom nível. Então, assim como filme anterior, os atores são carismáticos, e, apesar de estarem em um filme que não exige muito em atuação, conseguem criar alguma simpatia e agradar o espectador.

Por fim, “Rua do Medo: 1978” encaminha bem a história para o fechamento da trilogia. Aqui, o filme consegue ser um capítulo único e, ao complementa os outros. Cumprindo o seu papel como um terror slasher e sobrenatural.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Vídeo: Divulgação/Netflix

Rua do Medo: 1978
Crítica: Rua do Medo – 1978 (Parte 2)
Sinopse
Rua do Medo: 1978 é o segundo filme adaptado da trilogia de R.L. Stine e acompanha um grupo de adolescentes que descobrem eventos aterrorizantes sobre sua cidade, onde há gerações acontecem assassinatos brutais. Todos essas mortes parecem estar conectadas e eles podem ser as próximas vítimas. O segundo longa se passa em um acampamento onde jovens das cidades de Shadyside e Sunnyvale se encontram e descobrem que as duas cidades estão unidas por esse mistério.
Prós
É um belo elo de ligação entre o início e fim da trilogia;
Traz densidade para a história;
Explora bem o universo já iniciado;
Contras
Cenas previsíveis;
3
Nota
Written By

Cursando Produção Cultural atualmente, sempre foi apaixonado por cinema e decidiu que de alguma forma trabalharia com isso. Tendo como inspiração Steven Spielberg e suas histórias que marcaram gerações, escreve, assiste, lê e aprende, para um dia produzir coisas tão grandes e que inspirem pessoas como um dia ele o inspirou.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode ler...

Séries/TV

Chegou o primeiro trailer da terceira temporada da comédia dramática adolescente da Netflix “Sex Education“. E ele vem com um novo anúncio para encorajar...

Filmes

Estrelado por Larissa Manoela e Thati Lopes, “Diários de Intercâmbio” estreia no dia 18 de agosto Se é difícil para a gente encarar qualquer...

Séries/TV

WitcherCon trouxe novidades sobre o universo da série como teaser, primeiras imagens e bastidores exclusivos Na última sexta-feira (9), a Netflix e a CDPR...

Advertisement