Recentemente, o cineasta Daniel Gravelli, a produtora Aimée Borges e a equipe da produtora Wallaroo Corp. fizeram dois dias com os lançamentos dos curtas “Cinzas e Café”, “Soldado de uma guerra vazia” e a “A Delirante História de um homem morto” na Cinemateca do MAM – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Os eventos aconteceram com uma diferença de uma semana entre um e o outro, praticamente enchendo o espaço cultural nos dois dias. Com direito a um coquetel intimista, as exibições reuniram as equipes dos filmes, e de outros duas produções (“Clara” e “No Carnaval Vale Tudo”) dirigidas por Helvécio Parente, além de artistas de diversos áreas, críticos e empresários que elogiaram bastante o evento que contou com a parceria dos sites Woo! Magazine, Cinema Para Sempre e Tabula Rasa.

No final de cada dia, um debate mediado pela crítica Andréa Cursino foi feito com os diretores Daniel Gravelli, Paulo Olivera (Soldado de uma guerra vazia) e Helvécio Parente, os quais responderam diferentes perguntas da mediadora e de um vasto publico que ficou até o final interessados em saber um pouco mais sobre as produções realizadas de forma independente.

Enquanto todos os filmes traçam a difícil estrada dos festivais, os diretores buscam oportunidades para exibi-los em outras ocasiões, como é o caso de Gravelli que recebeu o convite da Sala de Cultura Leila Diniz e da Cinemateca do MAM para exibir os filmes “Cinzas e Café” e “A Delirante história de um homem morto” no CINE SEXTA no espaço cultural da imprensa oficial em Niterói.

O diretor esteve presente essa semana no programa “Grupo Mônaco de cultura”, juntamente com o curador Ricardo Cota, para conversarem com a apresentadora Renata Palmier sobre as produções que serão exibidas na cidade, bem como um pouco sobre a sua carreira que começou ainda criança. Gravelli, que continua batalhando para que diferentes produções originais vejam a luz do dia, também abordou sobre o mercado independente e as dificuldades de realizar uma produção sem incentivo financeiro.

Confira a entrevista completa que foi ao ar ao vivo no dia 23/08/2016.

O evento acontecerá amanhã a partir das 18h30 na Sala de Cultura Leila Diniz, no espaço cultural da imprensa oficial de Niterói.