O Brasil cresce no cinema

Estreia no cinema no dia 24 de março o filme brasileiro “A Frente Fria que a Chuva Traz”, com direção de Neville D’Almeida. No elenco estão Chay Suede, Bruna Linzmeyer, Michel Melamed, entre outros.

Baseado na peça homônima de Mário Bortolotto, a história nos traz velhos clichês como os riquinhos “filhinhos de papai” que adoram festas, drogas e luxúria.

Um grupo de jovens ricos que alugam uma laje na favela carioca do Vidigal para promover uma última festa antes da mudança no tempo. E para esta noite especial, além das drogas, álcool e muito sexo, eles receberão convidados e penetras um tanto quanto inusitados: uma viciada que usa e é usada pelo grupo, um cantor sertanejo criado na própria favela, um segurança estranho e o dono da laje. O que essa mistura explosiva pode causar, só vendo o filme para descobrir.

O diretor Neville D’Almeida, tem uma carreira de sucesso, dirigindo filmes como “A Dama do Lotação”, falando novamente de favela e libertinagem na alta sociedade. Ele já tinha adotado esses temas em “Rio Babilônia”, de 1982, mostrando a cidade e o morro carioca numa época de abertura política e sexual. As grandes festas aconteciam nas mansões do asfalto.