Connect with us

Hi, what are you looking for?

Filmes

Assassins Creed – Michael Fassbender nos dias atuais.

A famigerada série de games “Assassin’s Creed” está ganhando cada vez mais corpo com sua versão cinematográfica. Na foto abaixo, vemos Michael Fassbender como o protagonista Callum Lynch preso nos dias atuais, antes de conseguir transferir sua consciência ao passado.

Na trama, Fassbender interpreta um descendente do assassino espanhol Aguilar, que viveu na Espanha no século XV. Assim como Desmond, o primeiro protagonista dos games, Lynch vai descobrir nos dias de hoje que é descendente da sociedade dos assassinos e vai aprender as técnicas do clã por meio das memórias genéticas de seu ancestral.

Advertisement. Scroll to continue reading.

O filme, dirigido por Justin Kurzel, responsável pelo estonteante Macbeth, ainda conta com Marion Cotillard, Ariane Labed, Adam Cooper e Bill Collage.

Sua estréia no Brasil está marcada para janeiro de 2017, mas chega nos cinemas americanos um mês antes. E, aí, o que você está esperando do filme?

Advertisement. Scroll to continue reading.
Written By

Daniel Gravelli é um brazuca que parle français e roda uns filmes por aí. Apaixonado pelos universos da escrita e da atuação, tem um caso com o teatro e morre de amores pelo cinema. Fotógrafo e crítico nas horas vagas, gosta de cozinhar, apreciar um bom vinho e trocar ideias interessantes.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode ler...

Filmes

Novos nomes devem se juntar a organização em breve A partir deste ano, 397 novos profissionais devem integrar a Academia de Artes e Ciências...

Filmes

O cinema pode ser uma ferramenta  maravilhosa de quebrar preconceitos e conscientização, assim como todas as outras áreas da arte O amor deve ser...

Filmes

Vivencie histórias de amor com esses filmes para curtir no dia dos namorados É hora de separar um tempinho, para junto com o seu...

Filmes

Deixando de lado musicais e filmes sobre dança, por motivos óbvios: eles não existiriam se as músicas não fossem 2/3 do mais importante em...

Advertisement