Realizadores e artistas de frente com o público

No primeiro domingo do festival, dia 09 de outubro, o Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro – ODEON exibiu dois filmes nacionais que em breve chegarão ao circuito nacional. O primeiro foi o documentário “Divinas Divas”, dirigido por Leandra Leal, que traz histórias e memórias da primeira geração de artistas travestis do Brasil, que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral da época. Já a ficção “Redemoinho”, dirigido por José Villamarim, é baseado na obra “O Mundo Inimigo – Inferno Provisório Vol. II”, de Luiz Ruffato, e trata-se de um dia na vida de dois amigos que se reencontram as vésperas do natal, no interior de Minas Gerais, revivendo marcas do passado.

As duas obras têm mais em comum do que serem brasileiras e exibidas no ODEON, elas marcam a estreia dos diretores no cinema. Uma atriz que usou de suas memórias afetivas para trazer à tona um documentário tocante e questionador e o brilhante diretor de televisão que mostra sua versatilidade em oura área audiovisual. Após a exibição dos filmes o público presente na sessão pode acompanhar um bate papo e fazer perguntas pertinentes para o conhecimento de todos.

O primeiro foi mediado pela jornalista Flávia Guerra e o segundo pelo crítico de cinema e jornalista Luiz Carlos Merten. Vale ressaltar que devido ao atraso inicial, o “Cine Encontro” do Divinas teve que ser menor, mas Flávia soube aproveitar o tempo e deu voz ao público, coisa que Merten não o fez, uma vez que se deu a liberdade de perguntar a cada um dos presentes uma questão diferente, fazendo os expectadores terem o direito à apenas três e rápidas perguntas.

Na cerimônia de encerramento do Festival do Rio e entrega do Prêmio Redentor, no dia 16, “Redemoinho” recebeu o prêmio de Melhor Ator, para Júlio Andrade, e o Prêmio Especial do Júri, enquanto “Divinas Divas” foi eleito o Melhor Documentário pelo Júri Popular e recebeu Prêmio Félix (destinado exclusivamente à filmes sobre diversidade sexual) de Melhor Documentário.

Durante o Cine Encontro filmei – pelo celular – alguns momentos, entre parte do elenco e da equipe com o público, do documentário “Divinas Divas”, que vocês podem conferir abaixo. As críticas estarão disponíveis em breve, aqui na Woo!

Foto: Pedro Ramalho.