“O Chamado do Lobo” já levou mais de 1 milhão de franceses ao cinema e poderá ser visto pelo público paulista dia 11 de junho no Espaço Itaú de Cinema Pompeia

Estrelado por Omar Sy, protagonista do sucesso “Intocáveis” – longa-metragem  exibido no Festival Varilux em 2012 – e por François Civil, o thriller de ação “O Chamado do Lobo”, de Antonin Baudry, terá sessão única em São Paulo dentro da programação do Festival Varilux de Cinema Francês. A exibição dessa superprodução será dia 11, terça-feira, às 21h10m, no Espaço Itaú Pompéia na sala IMAX.

Na história, o marinheiro Chateraide (François Civil) desempenha a função de “Ouvido de Ouro”, responsável por interpretar cada ruído captado pelo sonar da embarcação. Com fama de infalível, ele porém comete um erro que põe a tripulação em perigo. Ele quer recuperar a confiança dos superiores, mas sua busca os leva a uma engrenagem incontrolável da dissuasão nuclear, num contexto de tensões internacionais e de manipulação da informação. No elenco estão ainda Omar Sy, como o vice-comandante D’Orsi, Mathieu Kassovitz (Alfost), Reda Kateb (Grandchamp) e Paula Beer (Diane).

Sobre “O Chamado do Lobo”, Civil comenta: “Eu conheci alguns ‘Ouvidos de Ouro’ durante a pesquisa para o personagem e eles me falaram muito sobre a parte pragmática do trabalho deles. Mas procurei mais a fundo e aprendi como a profissão impacta no dia a dia deles. Eles estão sujeitos a deformações profissionais! Era óbvio, então, que Chanteraide iria entender o mundo de uma maneira singular. Eu imaginei que ele era sinesteta, ou seja, que teria a peculiaridade rara que alguns indivíduos têm de misturar vários sentidos. Os sons que ele ouve evocam imagens. Por isso as suas orelhas são os olhos do submarino”.

“O Chamado do Lobo” já foi assistido por mais de um milhão de pessoas na França e integra a diversa seleção do festival, que traz, de 6 a 19 de junho, o que há de novo na cinematografia francesa em gêneros variados como ação, drama e comédia. No ano em que completa dez anos, o Varilux irá ultrapassar a marca de um milhão de espectadores.

O evento é realizado pela produtora Bonfilm e tem como patrocinador principal a Essilor/Varilux, além do Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura; a Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro; a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Outros parceiros importantes são as unidades da Aliança Francesa em todo Brasil, a Embaixada da França no Brasil, as distribuidoras dos filmes e os exibidores de cinema independente/de arte e as grandes redes de cinema comercial.