A Woo! Magazine esteve presente na apresentação para a imprensa da 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

A presidente da 43ª Mostra Internacional, Renata de Almeida, o secretário de cultura do município, Alexandre Youssef, Laiz Bodanzky da Spcine e alguns representantes de patrocinadores falaram das dificuldades de realizar o evento com a perda de patrocínio do governo federal. No entanto, reforçaram que, mesmo com as dificuldades, a Mostra não perdeu na quantidade e na qualidade de sua seleção. Todos foram unânimes ao dizer que só se combate o obscurantismo por meio da arte e da cultura. Por isso, o evento se mantém firme e forte.

Realmente, alguns dos filmes mais premiados e elogiados nos festivais internacionais estão presentes este ano. Entre eles há o vencedor de Cannes, “Parasita” de Bong Joon-ho, O Urso de Ouro em Berlim, “Sinônimos” de Nadav Lapid, o vencedor de melhor roteiro em Cannes, “O Jovem Ahmed” dos aclamados irmãos Dardenne, “O Farol” do mesmo diretor de “A Bruxa”, Robert Eggers, com Willem Dafoe e Robert Pattinson, que venceu o Prêmio da Crítica em Cannes, entre outros.

Outro destaque é a grande presença de filmes brasileiros na seleção. Alguns já com grande prestígio internacional, como “Babenco – Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou”, que conquistou o prêmio de melhor documentário sobre cinema no Festival de Veneza e o laureado na mostra Un Certain Regard em Cannes, “A Vida Invisível” de Karim Aïnouz. Esses dois, inclusive, terão sessões gratuitas no Teatro Municipal de São Paulo.

Haverá ainda as tradicionais exibições de clássicos no vão livre do Masp, com filmes de George Méliès, o documentário brasileiro “Slam: A voz do Levante”, de Tatiana Lohman e Roberta Estrela D’Avila, e a exibição de “O Mágico de Oz”, longa que era um dos favoritos do crítico de cinema Rubens Ewald Filho, falecido neste ano. O parque do Ibirapuera receberá uma sessão ao ar livre de “O Gabinete do Dr. Caligari” de Robert Wiene, que contará com orquestra ao vivo.

A abertura da Mostra acontecerá no dia 16 de outubro no auditório do Ibirapuera, com a exibição de “Wasp Network” de Olivier Assayas (que virá ao Brasil e terá a exibição de outros de seus filmes) e com produção do brasileiro Rodrigo Teixeira.

Para o encerramento foi escolhido “Dois Papas” de Fernando Meirelles e estrelado pelos ícones Anthony Hopkins e Jonathan Pryce. Para o público, a Mostra começa no dia 17 de outubro e vai até o dia 30 de outubro. Informações podem ser obtidas pela central da Mostra situada no conjunto nacional da avenida paulista, a partir do dia 7 e pelo site do evento. A Woo! Magazine vai cobrir o evento com críticas, entrevistas e outros tipos de matérias. Fiquem ligados no site para acompanhar tudo.


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Rodrigo Chinchio

Formou-se como cinéfilo garimpando pérolas nas saudosas videolocadoras. Atualmente, a videolocadora faz parte de seu quarto abarrotado de Blu-rays e Dvds. Talvez, um dia ele consiga ver sua própria cama.

Previous Fenômeno mundial Now United se apresenta no Youtube Space do Rio de Janeiro dia 11 de outubro
Next Preta Gil segue para Niterói com o espetáculo “Mais Preta que Nunca”

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close
CLOSE
CLOSE