Connect with us

Hi, what are you looking for?

Geek

Níquel Náusea – Os Ratos Também Choram

Em meados da década de 1980 os fãs de quadrinhos foram brindados com diversos trabalhos que emergiam do underground para ganhar revistas em banca, tiras em jornais de grande circulação e até álbuns por editoras especializadas. Os principais expoentes desse movimento foram os conhecidíssimos Laerte, Angeli, Glauco e Fernando Gonsales, todos com uma vasta gama de personagens e trabalhos focados em Tiras. A publicação desses autores foi intensa até quase o final da década seguinte, mas continua de maneira esporádica  até hoje.

“Níquel Náusea” foi o título da revista e principal personagem de Fernando Gonsales, que é formado em veterinária e eventualmente usa seus conhecimentos para criar situações inusitadas em suas tiras. Além do famoso rato de esgoto, completam o arco de personagens fixos mais antigos: o barato Fliti, Gatinha (a rata crush do Níquel), Rato Ruter (um rato mutante) e o Sábio do Buraco (o ancião dos roedores). Posteriormente vieram o Boi Olacir e a vaca Adélia, o Hamster Bildo e o Clóvis, o Coelho Fanfarrão.

Advertisement. Scroll to continue reading.

O traço de Fernando Gonsales é tão singular e expressivo quanto tosco e simples. Não que estas duas últimas características sejam pejorativas, pelo contrário, representam um estilo que vem dos fanzines e quadrinhos underground. Além disso, o estilo peculiar combina muito com o tipo de humor ácido das tiras. A colorização é bem básica, com cores chapadas quase sempre em tom pastel. Apesar de toda essa simplicidade na arte, os roteiros são extremamente criativos e colocam os personagens em situações tão inusitadas quanto irônicas.

Gonsales iniciou sua carreira como quadrinista em 1985 na Folha de São Paulo após ganhar o concurso promovido pelo próprio jornal. Posteriormente teve suas tiras publicadas em outros jornais como o Zero Hora (Porto Alegre/RS), Correio Brasiliense (Brasília/DF), e Diário do Comércio (Belo Horizonte/MG). Fora do Brasil o autor conseguiu emplacar seus quadrinhos em jornais de Portugal e Inglaterra.

Pouco depois de começar a publicar em jornais, seus personagens ganharam uma revista própria em 1986, onde foi publicada pelas editoras Press, Circo, VHD, as mesmas que publicavam as revistas dos contemporâneos Laerte, Angeli e Glauco. A partir do final da década de 1990 publicou 12 ábuns pelas Editoras DEVIR e Bookmakers. O talento de Fernando ainda foi reconhecido inúmeras vezes através das premiações que recebeu ao longo de sua carreira. Foram 2 “Prêmios Angelo Agostini” (melhor roteirista e melhor desenhista) além de 14 “Troféus HQ Mix” em diversas categorias.

Advertisement. Scroll to continue reading.

“Os Ratos Também Choram” é uma das principais compilações de tiras do Níquel Náusea, que já contam com um acervo de mais de 5000. Foi editado pela Bookmakers e lançado em junho de 1999. Com formato magazine (16,5 x 24 cm) e 68 páginas com acabamento em lombada quadrada, o álbum ainda pode ser encontrado facilmente nas livrarias especializadas e sites de venda online.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Written By

Tercio Strutzel ama ler, escrever e desenhar histórias em quadrinhos. Foi editor do fanzine Paralelo, mas hoje quase não consegue tempo pra desenhar. Se especializou em Presença Digital, mas tem diversos projetos fervilhando na mente. Está sempre em busca de atividades culturais por São Paulo. Também é serial reader de Ficção, Fantasia e Terror e viciado em séries.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode ler...

Crítica

“Eu sei o que aconteceu com você, mas isso não justifica o que você está fazendo.” Miguel (Kiko Pissolato) é o retrato do brasileiro...

Geek

Fatos históricos sempre foram ótimos pontos de partida para criar histórias de suspense e terror. Seja pelas crendices e lendas dos tempos antigos e...

Geek

Embora historicamente o Brasil tenha uma produção oscilante de histórias quadrinhos, tanto em quantidade de títulos quanto qualidade, curiosamente o gênero terror sempre foi...

Geek

O principal objetivo desta coluna na Woo! Magazine também é divulgar e fomentar os quadrinhos nacionais, sobretudo os independentes. E justamente estes, devido aos altos...

Advertisement