6 de dezembro de 2019

noato 2

Peça Universitária “O Mambembe” estreia no Palcão da UniRio 

Em abril a Sala Paschoal Carlos Magno (o Palcão da Unirio) recebe a peça “O Mambembe”, sobre a história de Laudelina, que sonha em ser atriz e se envolve com um grupo teatral mambembe, onde faz paródias de melodramas e critica as relações sociais. Duas atrizes, Roberta Monção e Giuliana Farias revezam no papel da personagem.

12932718_10201717328250467_5290248076026979263_n

O texto foi escrito por Artur Azevedo e José Piza e foi adaptado para a peça por Alexandre Amorim, que tem canções de sua autoria em parceria com o diretor musical Guilherme Menezes e o produtor musical Gabriel Gravina.

A peça estreia no dia 21 de abril e as apresentações serão gratuitas, de quinta a segunda às 21h (exceto no domingo, que ocorrerá as 20h).

“O Mambembe” é dirigido por Rubens Lima Júnior, diretor de “The Book of Mormon” e “Jovem Frankenstein”, que promete repetir o sucesso. Com produção de Marcus Brandão, a peça ainda conta com a ótima direção de arte e Cenografia de Cris de Lamare, iluminação do premiado Paulo Medeiros e coreografia de Gabriel Demartine.

Serviço da estréia:

“O Mambembe”
Teatro Paschoal Carlos Magno – Palcão da UniRio
Av Pasteur 436, Fundos, Urca, Rio de Janeiro – RJ
Telefone: (21) 2542-2205

Estreia: 21 de abril
Horários: Quinta a sábado às 21h / Domingo às 20h / Segunda às 21h
Entrada Gratuita

Gleicy Favacho é uma maquiadora com alma de artista. Quando pequena sonhava em descobrir um mundo fantástico através do armário muito antes de se ouvir falar em Nárnia. Essa imaginação a levou a seguir uma profissão onde ela pudesse participar da construção de vários mundos e histórias diferentes, sendo apaixonada por cinema, teatro e outras artes. Claro que, sendo adulta, já mantém um pouco mais os pés no chão, mas sempre olha dentro de um armário ou outro, afinal, vai que… né?

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Gleicy Favacho

Gleicy Favacho é uma maquiadora com alma de artista. Quando pequena sonhava em descobrir um mundo fantástico através do armário muito antes de se ouvir falar em Nárnia. Essa imaginação a levou a seguir uma profissão onde ela pudesse participar da construção de vários mundos e histórias diferentes, sendo apaixonada por cinema, teatro e outras artes. Claro que, sendo adulta, já mantém um pouco mais os pés no chão, mas sempre olha dentro de um armário ou outro, afinal, vai que… né?

Previous ZOOM it: Fotografando Pets
Next Musicando: Lucas & Orelha com clipe novo

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Crítica: O Predador

19 de setembro de 2018
Close