6 de dezembro de 2019

Dois longas-metragens e dois telefilmes documentais receberão recursos do Fundo Setorial do Audiovisual

A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram o nome de quatro projetos contemplados com investimentos do Fundo Setorial do Audiovisual, selecionados em três chamadas públicas do Programa Brasil de Todas as Telas que funcionam em fluxo contínuo. Na operação, que soma R$ 1,9 milhão, foram beneficiados dois longas-metragens de ficção para as salas de cinema e dois telefilmes documentais para veiculação na TV por assinatura.

Pela Chamada PRODECINE 03/2013, que disponibiliza recursos para a fase de comercialização da obra nos cinemas, foi selecionado o longa “Fome”, de Cristiano Burlan. Já pelo PRODECINE 04/2013, o longa-metragem “O banquete”, novo trabalho da diretora Daniela Thomas, obteve investimentos na complementação de recursos para viabilizar a produção.

Dois projetos de teor documental ligados à música também foram contemplados nesta operação pela Chamada Pública PRODAV 01/2013: os telefilmes “Som, sol & Surf”, de Gustavo Ribeiro; e “Clara estrela”, de Susanna Lira e Rodrigo Alzuguir. O primeiro conta a história de um festival de rock em Saquarema, no litoral fluminense, em 1976; e o segundo celebra a vida e a carreira da cantora Clara Nunes. Ambos têm previsão de exibição pelo Canal Curta.

Confira abaixo as fichas dos projetos contemplados:

PRODECINE 03/2013

“Fome” – Longa metragem de Ficção
Proponente: Bela Filmes Produções (SP)
Distribuidora: Vitrine Filmes
Direção: Cristiano Burlan
Roteiro: Cristiano Burlan e Henrique Zanoni
Valor investido pelo FSA: R$ 200 mil
Sinopse: Nas veredas da metrópole paulista, um velho homem abandona o passado e deambula na invisibilidade. Carrega consigo apenas um carrinho, alguns trapos e a velhice. Depois que se viu a morte é possível morrer de amor por alguém?
PRODECINE 04/2013

“O banquete” – Longa-metragem de Ficção
Proponente: Cisma Produções Cinematográficas, Eventos e Teatro (SP)
Distribuidora: Reserva Nacional
Direção e Roteiro: Daniela Thomas
Valor investido pelo FSA: R$ 347 mil
Sinopse: Um jantar elegante, filmado em um único plano sequência, reúne um grupo de intelectuais na época do impeachment de Collor: um poderoso editor de jornal e sua mulher, grande atriz de teatro; o advogado do jornal e sua esposa ; uma crítica de teatro; um colunista, e uma jovem atriz/modelo. O editor escreveu um artigo com graves denúncias contra Collor e corre o risco de ser preso naquela noite. Conforme a tensão aumenta com a iminência da prisão, segredos públicos e privados vêem à tona revelando um enorme conflito entre a ética pretendida na vida pública e a ética praticada na vida privada.

PRODAV 01/2013

“Som, sol & surf” – Telefilme documentário
Produtora: Bossa Produções (RJ)
Programadora: Canal Curta
Direção: Gustavo Ribeiro
Roteiro: Guilherme Moraes Quintella
Valor investido pelo FSA: R$ 700 mil
Sinopse: Nos idos do verão de 1976, quando o rock brasileiro engatinhava revelando grupos, intérpretes e compositores que surgiam principalmente no Rio, São Paulo e Brasília, muitos dos quais se tornariam artistas de renome da MPB, um grande concerto de rock realizou-se na praia  da Itaúna em Saquarema, no litoral fluminense, durante um 2° campeonato brasileiro de surf que se chamou SOM, SOL, SURF. Durante três dias, uma multidão de jovens, muitos acampados na praia, curtiu a música de Rita Lee acompanhada do grupo Tutii Frutti, Ângela Rô -Rô (sua primeira apresentação), Raul Seixas, Made in Brazil, Bicho da Seda, Macalé  entre outros que encantaram um público adolescente que tendo como cenário uma praia, um céu e um mar deslumbrante se deixou envolver por um som que trazia nas letras e nas melodias a revolução de comportamento que os hoje míticos Anos 70 representaram.

“Clara Estrela” – Telefilme documental
Produtora: Modo Operante Produções Culturais (RJ)
Programadora: Canal Curta
Direção e Roteiro: Susanna Lira e Rodrigo Alzuguir
Valor investido pelo FSA: R$ 650 mil
Sinopse: Documentário sobre Clara Nunes, cantora que sintetiza e traduz com elegância o caldeirão cultural brasileiro, mestiço, agregador e sincrético. Celebrou como ninguém nossas raízes e nossa alegria de viver. Clara Nunes soube traduzir com rara sensibilidade a alma do povo, reunindo em seus trabalhos as influências folclóricas à todos os ritmos brasileiros. O filme fala sobre a trajetória da cantora que conquistou o Brasil e vários países do mundo.

Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas

Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, pela presidenta Dilma Rousseff, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. O Programa, uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais, foi formulado pela ANCINE em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA.

Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 2 foi lançado no dia 1º de outubro, no Rio de Janeiro, em cerimônia com a presença do Ministro da Cultura, Juca Ferreira, garantindo a continuidade de uma política pública vigorosa para o audiovisual brasileiro.

Fundo Setorial do Audiovisual – FSA é um marco na política pública de fomento à indústria cinematográfica e audiovisual no país, ao inovar quanto às formas de estímulo estatal e à abrangência de sua atuação. Isto porque o FSA contempla atividades associadas aos diversos segmentos da cadeia produtiva do setor – produção, distribuição/comercialização, exibição, e infraestrutura de serviços – mediante a utilização de diferentes instrumentos financeiros, tais como investimentos, financiamentos, operações de apoio e de equalização de encargos financeiros.

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Daniel Gravelli

Daniel Gravelli é um brazuca que parle français e roda uns filmes por aí. Apaixonado pelos universos da escrita e da atuação, tem um caso com o teatro e morre de amores pelo cinema. Fotógrafo e crítico nas horas vagas, gosta de cozinhar, apreciar um bom vinho e trocar ideias interessantes.

Previous No Escurinho: Mogli – O menino lobo
Next Destaques no Canal Bis

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Woo! Casual: Faça Sua Programação Para o Carnaval.

22 de janeiro de 2016
Close