A 8ª temporada de “The Walking Dead” começou nesse domingo, dia 22 de outubro. E, se você estava esperando um episódio cheio de ação, bom, podemos dizer até que teve bastante. Mas a verdade é que, o que nos mostraram foi apenas a preparação, um aquecimento, do que está por vir.

Atenção: O texto abaixo contém SPOILERS do Episódio 1 da 8ª temporada.

O 100º episódio da série, intitulado “Mercy”, foi constituído por diversas linhas do tempo. De acordo com o Diretor e Produtor executivo Greg Nicotero, foram 4 e pela primeira vez foi incluído imagens do futuro com um Rick mais velho e a Judith já grandinha. Sendo essa cena uma representação de 4 anos à frente do presente.

Depois de uma surra de perdas da 7ª temporada em que tivemos a morte de Glenn, Abraham e Sasha, “The Walking Dead” voltou mostrando que a união das comunidades será o foco desses próximos quatro meses de série.

Algumas perguntas, mesmo que óbvias, foram respondidas. Gregory, de fato, correu para os “braços” de Negan e Maggie assumiu o papel de líder de Hilltop. Além disso, temos, pelo menos inicialmente, Dwight firme e forte infiltrado no santuário. Só que agora, ao lado de Rick, atuando diretamente com Daryl.

Esse episódio fez uma homenagem com diversas referências ao da estreia da série há 8 anos atrás, onde Rick aparece observando um local abandonado e devastado pelo apocalipse zumbi. Porém, dessa vez vemos Carl seguir os passos do pai. Ainda com o mesmo pensamento, temos a cena do Rick velho deitado na cama, que pode ser comparada com a mesma que acordou no hospital após levar um tiro.

Tivemos, também, a apresentação de um possível novo personagem descoberto por Carl. Esse ainda apareceu apenas como um estranho assustado à procura de comida. Contudo, ele deve assumir o papel de Abbud, um muçulmano-americano nervosinho mas adorável no fim das contas.

A série começou com muita informação que precisa ser destrinchada ao longo dos próximos meses e com certeza muitas novidades estão por vir. “The Walking Dead” vai ao ar todo domingo na Fox às 23h30.


Vakinha

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Aimée Borges

Aimée Borges gosta de dançar ao vento, beber água gelada e sorrir para Lua. Apaixonada por contos e fadas, deixa-se levar por sua curiosidade que a transporta para um mundo ainda mais louco que o da Alice.

Previous Humor e reflexão em Wurm
Next Whoopi Goldberg, muito além da comédia

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close