Connect with us

Hi, what are you looking for?

Colecionáveis

Três veículos militares que fizeram história na Segunda Guerra Mundial para colecionar

Segunda Guerra Mundial
Imagem: Divulgação/Editora Planeta DeAgostini

Editora Planeta DeAgostini disponibiliza 60 edições da coleção “Carros de Combate da Segunda Guerra Mundial”, para quem ama história e colecionismo

A Segunda Guerra Mundial foi um dos conflitos mais devastadores da história. O episódio, que ocorreu de 1939 até 1945, trouxe inovações e grandes investimentos em armamentos e estratégias de guerra. Neste contexto, os carros blindados foram decisivos para as disputas armadas. Enquanto outros países já apostavam nesses armamentos, a Alemanha nazista também desenvolveu projetos de tanques obtendo sucesso nas estratégicas e inovações táticas. Entre os mais importantes tanques alemães estão: o Panzer, Tiger e o Jagdtiger (Tiger II).

Esses tanques fazem parte da coleção “Carros de Combate da Segunda Guerra Mundial“, lançado pela Planeta DeAgostini. Ao todo, são 60 edições, disponibilizadas quinzenalmente nas bancas das principais cidades do Brasil ou por meio de assinaturas no site da editora, ainda o colecionável acompanha fascículos de curiosidades históricas. Abaixo você volta ao passado e confere algumas características de cada um desses três blindados que fizeram história na Segunda Guerra Mundial:

Advertisement. Scroll to continue reading.

Panzer – potência e mobilidade: antes de iniciar a Segunda Guerra, em meados da década de 1930, a Alemanha contava com os pequenos tanques Panzer I e II, que serviram como modelo para o desenvolvimento de outros mais potentes, como o PzKpfw III, permitindo atender às necessidades das unidades blindadas do Exército.

Tiger – poder de fogo: em resposta à invasão soviética com os revolucionários e poderosos tanques T-34, as autoridades alemãs ordenaram a produção de um novo carro de combate. Originalmente chamado de Panzerkampfwagen VI Ausführung, mas conhecido como Tiger, o tanque contava com um forte poder de fogo e uma densa blindagem. Porém, passou por diversos problemas por causa do peso excessivo.

Jagdtiger (Tiger II) – resistência: este foi um destruidor de tanques desenhado sobre o chassi do Pz.Kpfw. VI Ausf. B Tiger II. Ele era o blindado mais pesado que se fabricou em série durante a Segunda Guerra Mundial, na última etapa do conflito, muito deles foram destruídos por suas tripulações com cargas explosivas, para que não caíssem nas mãos dos inimigos.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Written By

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode ler...

Filmes

Mais um pouco de segunda guerra nas telas dos cinemas Todos conhecem o fascínio que Tom Hanks possui sobre o período da segunda guerra...

Crítica

A certa altura de “Meu Nome É Sara”, a protagonista de mesmo nome (Zuzanna Surowy) é convocada pelos filhos do casal que a acolheu...

Crítica

Que o curso da história não é transformado apenas por grandes homens e grandes feitos, a historiografia já vem estabelecendo desde o último século,...

Advertisement