Connect with us

Hi, what are you looking for?

Música

Universal Music lança série audiovisual em homenagem à semana do orgulho LGBTQIA+

Dia do Orgulho LGBTQIA+ é comemorado em 28 de junho

Para comemorar o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, celebrado hoje (28), a Universal Music Brasil dá início a um projeto audiovisual feito especialmente para enaltecer e relembrar a importância deste evento. Intitulada Orgulho LGBTQIA+ através da música, a série, que será divulgada em todas as redes sociais da companhia, tem como objetivo unir fatos históricos e culturais como forma de resgatar memórias, artistas e músicas que abriram caminho para muitas outras histórias que ainda viriam pela frente.

Não poderíamos passar essa data em branco. No cast da Universal Music, temos uma pluralidade gigantesca de artistas que representam brilhantemente a comunidade LGBTQIA+ e essa é uma pauta que acompanha nossa companhia durante todo ano, não somente na data de hoje“, diz Paulo Lima, presidente da Universal Music Brasil.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Nesta série inédita, serão apresentados cinco vídeos que passeiam pelo tempo e pelo catálogo da Universal Music até os dias atuais. Narrados por artistas da companhia que fazem parte da comunidade LGBTQIA+, os vídeos terão estéticas diferentes, para cada um dos homenageados.

Dando início ao projeto, Zélia Duncan foi a primeira convidada a emprestar sua voz para contar a história da cantora de blueMa Rainey. Considerada uma mulher muito à frente do seu tempo, a norte-americana foi uma das primeiras pessoas a levantar a bandeira LGBTQIA+. Ao longo de décadas, ela se tornou um grande ícone para a comunidade e, através de suas músicas, abriu caminho para outros artistas que surgiram mais à frente. O primeiro episódio já está disponível. Confira: https://www.instagram.com/p/CQqu_nBlfEa .

A cantora Mahmundi, dona do hit “Sem medo”, será a responsável por contar a história das cantoras Lesley Gore e Dusty Springfield, apresentadas no segundo episódio da série, que irá ao ar nesta terça-feira (29). Depois, é a vez do cantor Brunelli se aprofundar na importância dos anos 70 para a comunidade e contando as histórias de Donna SummerSylvester e Diana Ross.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Após os anos 70, a série desembarca na década de 80, nas vozes de Raquel Virgínia e Assucena Assucena, integrantes do trio As Baías. Foi neste período que surgiu o hino da comunidade gay “I Will Survive”, de Gloria Gaynor, e foi também nesta década que foi criada a Parada do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo.

Para finalizar a série em grande estilo, a cantora Carolina Coutinho aborda temas pertinentes da década de 90, além de traçar um importante paralelo com os dias atuais.

Todos os vídeos da série “Orgulho LGBTQIA+ através da música” estão disponíveis ao longo desta semana nas redes sociais da Universal Music Brasil.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Written By

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode ler...

Listas

O Rock in Rio 2019 está chegando, e junto com ele, serão mais de 350 atrações para você curtir na Cidade do Rock. Da...

Crítica

Um novo rumo para franquia A história de “Jurassic World – Reino Ameaçado” se passa 3 anos após o filme anterior (” Jurassic World –...

Crítica

Os dinossauros voltam a dominar os cinemas Em 1993, Jurassic Park chegou para revolucionar tudo que conhecíamos como cinema e efeitos especiais, com a...

Advertisement