Connect with us

Hi, what are you looking for?

Filmes

6 filmes que lhe ajudarão a entender a questão racial nos Estados Unidos

Conceptual symbol of multiracial human hands making a circle on white background with a copy space in the middle

Recentemente uma nova onda de assassinatos de pessoas negras por forças policiais na Louisiana e no Missouri, reascenderam a discussão racial nos Estados Unidos, que levou a protestos e até uma retaliação em Dallas. Mas afinal, por que os negros são alvos de intervenções violentas?

Diferentemente do Brasil que não verbalizou as regras, os Estados Unidos do período pós-abolicionista, criou leis duras de segregação que não permitiam aos negros o acesso à vários serviços e até mesmo a utilização de espaços públicos.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Contudo, o Brasil ainda está longe de possuir uma classe média negra tão grande e influente quanto a americana, que advoga pela causa negra usando o lobby de organizações poderosas como a NAACP (Sigla em inglês para Associação Americana para o Avanço de Pessoas de Cor).

Essa e outras organizações ajudaram a impulsionar produtores, cantores, atores, diretores e jornalistas, que conseguiram abordar o tema durante os últimos 30 anos, ganhando maior visibiliadade e reconhecimento, o que abriu espaço para a discussão.

Hoje, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos, os negros são os maiores alvos de violência policial. Além de mortes por armas de fogo, infelizmente o sistema penitenciário de ambos os países estão predominantemente povoados por negros.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Alguns filmes podem nos ajudar a entender como se dá a problematização do negro norte-americano e por conta disso lançamos uma lista com 6 grandes filmes que abordaram a questão racial naquele país:

Histórias Cruzadas (The Help)

Histórias Cruzadas é um filme Americano de 2011, inspirado no livro de Kathryn Stockett que conta a história de uma empregada negra que vive em Jackson, capital do Mississipi, no anos 60. Tudo começa quando uma jornalista branca, resolve escrever como é o dia-a-dia das empregadas nas casas da cidade. O filme conta com as atuações marcantes de Viola Davis (How to get Away with Murder, Doubt) e Emma Stone (Zombieland , The Amazing Spider Man)

 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Tempo de Matar (Time to Kill)

É um filme muito intenso que conta a história de dois supremacistas brancos que após estuprarem uma menina de 10 anos e tentararem degolá-la sem sucesso, acabam jogando seu corpo num lixão mas a menina sobrevive. O pai da menina é interpretado por Samuel L. Jackson, resolve fazer justiça com as próprias mãos em uma cidade racista e intolerante. Filme interessantíssimo.

 

Advertisement. Scroll to continue reading.

A Cor Púrpura (The Colour Purple)

Brilhantemente dirigido por Steven Spielberg, A Cor Púrpura é um filme que retrata a dura realidade de Celie Harris, uma mulher negra que vive no estado da Georgia. A história se passa entre os anos de 1909 e 1937. A atuação magnífica de Whoopi Goldberg, lhe rendeu sua primeira indicação ao Oscar nesse filme que fala de temas que vão desde violência doméstica, passado pelo racism até o incesto, pedofilia e sexismo.

 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Selma (Selma)

Selma é um filme de 2014, foi dirigido pela diretora Ava DuVernay. O filme que conta a a história dos protestos ocorridos na cidade de Selma no estado do Alabama e acompanha a trajetória de Martin Luther King em um dos momentos mais importantes que antecedem sua morte. Selma trata da questão da elegilibilidade dos negros para votar. É um filme muito premiado que ganhou o Oscar Melhor Canção Original na 87a. Edição do Oscar em 2015. Cuba Golding Junior e Oprah Winfrey também atuam no filme.

 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Amistad (Amistad)

Outro filme de Steven Spielberg , Amistad conta a história de um navio negreiro que foi retomado por escravos que desejavam voltar a África. Foi indicado a 4 Oscars e ao Globo de Ouro. Amistad, que é nome do navio, conta com atuações de Morgan Freeman, Anthony Hopkins, Djimon Hounsou e Matthew McConaughey. O filme é uma obra de arte e conta com uma fotografia de tirar o fôlego.

 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Doze Anos de Escravidão (Twelve Years a Slave)

Doze anos de Escravidão é uma adaptação da narrativa real da biografia publicada em 1853 por Solomon Northup , um homem afro-americano livre que vivia no estado de New York que foi sequestrado em Washington, DC, em 1841 e vendido como escravo. No elenco estão Brad Pitt, Chiwetel Ejiofor, Michael Fassbender e Benedict Cumberbatch. O mais interessante do filme foi a atuação impecável que rendeu a atriz Lupita Nyong, o seu primeiro Oscar pela personagem Patsey.

 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Por: AD. Junior

Advertisement. Scroll to continue reading.
Written By

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode ler...

Filmes

Debate “Racismo e representatividade no audiovisual”: reúne Jeferson de, Juan Paiva e mariana nunes, com mediação da ativista Aline Prado Com estreia prevista para...

Filmes

Centenas de artistas, roteiristas, diretores e demais trabalhadores negros da indústria cultural de Hollywood divulgaram carta se manifestando contra a injustiça racial no mundo...

Música

Black Lives Matter Vários atores e atrizes de Hollywood, além de cantores e outras celebridades aderiram aos protestos que tomaram conta dos EUA nesses...

Filmes

O racismo está presente, mas é pouco discutido pelas pessoas que se dizem socialmente conscientes. A onda de protestos nos EUA – iniciada depois...

Advertisement