Nunca se renda. Nunca desista da Luta.

Um filme que se passa na Inglaterra no século XX, mas que trata de um assunto que está longe de ser encerrado: A luta das mulheres pela igualdade. Grandes mulheres que combateram pelo direito ao voto feminino.

Dirigido por Sarah Gavron e com roteiro de Abi Morgan, “As sufragistas” nos traz um retrato do movimento que dá nome ao filme através da vida de Maud Watts (Carey Mulligan), que trabalhava em uma fábrica com o marido e se sujeitava a assumir o seu “lugar de mulher” imposto pela sociedade, até que um dia se vê em meio à uma manifestação onde reconhece uma de suas companheiras de trabalho. A partir daí, ela percebe que precisa reivindicar seus direitos e passa a fazer parte dessa luta.

A atriz Carey Mulligan faz um excelente trabalho interpretando Maud, mostrando a transição de uma mulher que vivia a vida do modo como diziam que tinha que ser para a mulher forte que não tinha medo de lutar pela sua dignidade. Mesmo Meryl Streep, que faz uma aparição bem curta no filme, mostra em poucos segundos porque é uma atriz tão admirada. Ela interpreta Emmeline Pankhust, líder do movimento pelo sufrágio feminino e fundadora da Women’s Social and Political Union (WSPU).

Helena Bonham Carter, como sempre em uma maravilhosa atuação, é Edith Ellyn, ex-professora que passou a ajudar nas campanhas da WSPU, quando viajou pela Inglaterra para mobilizar mulheres a lutar por seus direitos, incluindo, principalmente, o direito ao voto. Aliás, todas as atrizes desempenharam seus papéis de forma impecável. Parece que a identificação com a luta deu força para que houvesse uma entrega muito grande.

Tudo isso aliado à uma caracterização perfeita, tornando os belos rostos das atrizes em faces abatidas, pela luta, pelo trabalho árduo e pela dificuldade imensa que era (e ainda é) ser mulher naquele tempo. Rostos abatidos mas fortes, de mulheres que não se renderam.

O filme é comovente, envolvente e mostra uma luta atual já que evidentemente ainda há muito a ser conquistado.


Imagens e Vídeo: Divulgação/Universal Pictures


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Gleicy Favacho

Gleicy Favacho é uma maquiadora com alma de artista. Quando pequena sonhava em descobrir um mundo fantástico através do armário muito antes de se ouvir falar em Nárnia. Essa imaginação a levou a seguir uma profissão onde ela pudesse participar da construção de vários mundos e histórias diferentes, sendo apaixonada por cinema, teatro e outras artes. Claro que, sendo adulta, já mantém um pouco mais os pés no chão, mas sempre olha dentro de um armário ou outro, afinal, vai que… né?

Previous Crítica: Eu sou Ingrid Bergman
Next Crítica: Até que a sorte nos separe – A Falência Final

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close