Trailer da série exclusiva Globo Play foi exibido

Tais Araújo, Camila Pitanga, Leandra Leal e Débora Falabella falaram hoje em um dos painéis da CCXP18, sobre a série “Araunas”. Na trama, Natalie (Débora Falabella), Luiza (Leandra Leal) e Verônica (Taís Araújo) são ativistas ambientais, fundadoras da ONG Aruana. Clara (Thainá) é contratada como estagiária. As quatro investigarão crimes ambientais na fictícia cidade de Cari, no Amazonas. E como vilões da série estão Luiz Carlos Vasconcellos e Camila Pitanga.

A série é mais uma novidade do serviço de streaming da Globo, o Globo Play, e tem sua estreia agendada para 2019. Durante as gravações um acidente com uma vítima fatal paralisou as gravações por um período.

No painel da CCXP18, Camila Pitanga falou da importância do ativismo para a preservação da Amazônia, assunto que é o tema central na série, a atriz também revelou que será a grande vilã da história e que foi a única que não precisou viajar pra gravar a Amazônia.

Leandra leal falou que toda vez que um projeto é dirigido por mulher, abre as portas pra entrada de novas mulheres. Além disso, a Tais Araujo discursou sobre a importância de trabalhar com uma equipe feminina tão grande na qual um assistente de direção era homem e 9 mulheres e a equipe de áudio inteiramente feminina.

Outro destaque foi a duração do tempo de 4 anos de desenvolvimento do projeto, onde foram feitas mais de 50 entrevista com ativistas pra poder produzir a história e o uso de pessoas locais para a gravação, entre os quais índios. No total a equipe utilizou 150 locações e 2000 figurantes. Thais Araujo também afirmou que ela própria que convenceu Camila Pitanga a participar da série.