A nova ideia de Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva não é só mais um autor de sucesso na Rede Globo, ele também é um homem de negócios, um homem que quer mudar os paradigmas da dramaturgia brasileira.

Além de estar à frente de elegantes restaurantes em Portugal e no Brasil, Aguinaldo tem sua própria marca de sapatos, uma casa de cultura em Petrópolis e ainda ministra um curso voltado para lançar novos autores chamada de Master Class. Com um plus que acaba de lançar um curso voltado para a formação de atores e que pode dar a esses, um lugar ao sol em sua nova empreitada – uma fábrica de seriados.

Isso mesmo! Ao mesmo tempo em que une os novos autores para escrever esses seriados, no qual a proposta é buscar um novo padrão fugindo do modelo tradicional americano, Aguinaldo também tem a intenção de aproveitar os melhores alunos para atuar nesses seriados.

Segundo o próprio autor, o primeiro modelo já está definido e se passa nos anos 20, tendo como personagem principal o jornalista e escritor João do Rio, pseudônimo de João Paulo Barreto (5 de agosto de 1881 – 23 de junho de 1921). João possui uma trajetória rica e polêmica.

Inicialmente a fábrica trabalha com outros quatro seriados, o que mobiliza quatro diferentes grupos de roteiristas vindos dos cursos Master Class. Estes serão oferecidos primeiramente à Globo, e no caso de recusa da emissora, serão postos à venda em outros mercados.

Por agora, só nos resta aguardar e torcer para que dê tudo certo e que sejamos agraciados com mais conteúdos de qualidade do que temos atualmente em nossa TV brasileira.