A colunista que vos escreve nasceu nos anos 1980, uma década em que não existia streaming e a TV por assinatura dava os primeiros passos por aqui, porém, com pouquíssimos canais a preços nada acessíveis. Então, cabia aos canais da TV aberta a exibição de filmes nas suas grades de programação. E a Rede Globo se notabilizou nessa época por exibir filmes todas as tardes, de segunda a sexta-feira na chamada “Sessão da Tarde“. E foi ela a responsável por levar filmes de diversos gêneros à grande massa de telespectadores. Aliás, a “Sessão da Tarde” está no ar até hoje, ininterruptamente desde 1974. A seguir, você confere uma lista carregada de afeto, com filmes que marcaram a mim e também a toda uma geração de telespectadores:

Os Goonies (1985)

Cena de Os Goonies
Imagem: Divulgação/Amblin Entertainment

Mickey (Sean Astin), Bocão (Corey Feldman), Dado (Ke Huy Quan) e Gordo (Jeff Cohen) encontram um mapa legítimo para um tesouro no sótão da casa de Mickey. Eles se juntam a Brand (Josh Brolin, em início de carreira), irmão de Mickey, e as amigas Stef (Martha Plimpton) e Andy (Kerri Green) numa aventura incrível em busca do tesouro de Wiily, o Caolho. Se encontrado, o tesouro salvaria as casas deles da demolição em função de um empreendimento no bairro. Com direção de Richard Donner, roteiro de Chris Columbus e história e produção de Steven Spielberg, esse filme se tornou icônico para toda uma geração de crianças dos anos 80. Além de uma bela história de aventura e amizade, ainda tem como música tema “The Goonies ‘R’ Good Enough“, que se tornou um dos grandes sucessos de Cindy Lauper.

Esqueceram de Mim (1990)

Esqueceram de Mim
Imagem: Divulgação/20th Century Fox

Um dos melhores filmes natalinos já feitos, foi o responsável por lançar Macaulay Culkin ao estrelato. Na trama, Culkin interpreta Kevin McCallister, um menino esquecido em casa pela família ao saírem para viajar às vésperas do Natal. Não bastasse isso, dois ladrões (interpretados por Joe Pesci e Daniel Stern) planejam assaltar a casa e Kevin precisará se proteger deles. Muitas confusões e cenas muito engraçadas é o que temos nesse filme. Dirigido por Chris Columbus e escrito e produzido por John Hughes, obteve tanto sucesso que ganhou uma sequência: “Esqueceram de Mim 2: Perdido em Nova York“.

Um Príncipe em Nova York (1988)

Principe em Nova York
Imagem: Divulgação/Paramount Pictures

Nessa comédia, Akeem Joffer (Eddie Murphy), um jovem príncipe, herdeiro do trono de Zamunda (reino africano fictício) decide fugir de um casamento arranjado, embarcando para Nova York com seu melhor amigo e assistente pessoal Semmi (Arsenio Hall). Chegando na América, Akeem abre mão da vida de luxo que levava para viver como um plebeu no pobre bairro Queens. Dirigido por John Landis, tem a participação de Eddie Murphy na criação da história, que aborda de forma bem humorada diversos estereótipos relacionados aos africanos e pretos. A produção de uma sequência do filme está em andamento.

Meu Primo Vinny (1992)

Meu Primo Vinny
Imagem: Divulgação/20th Century Fox

O filme conta a história de dois jovens viajando pelo Alabama, que acabam sendo acusados de um crime que não cometeram e vão aos tribunais. É a partir disso, que entra em cena o casal Vincent Gambini (o Vinny, interpretado por Joe Pesci) e Mona Lisa (Marisa Tomei) para livrá-los da cadeia. O filme brinca com as diferenças culturais dos protagonistas em relação às pessoas que vivem no interior do país. Marisa Tomei ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo papel.

Curtindo a Vida Adoidado (1986)

Curtindo a vida adoidado
Divulgação/Paramount Pictures

Ferris Buller (Matthew Broderick) é um jovem que vive matando aula junto com a namorada Sloane (Mia Sara). Em mais um dia desses, Buller convence o melhor amigo hipocondríaco Cameron (Alan Ruck) a usar a Ferrari de seu pai para passarem o dia em Nova York. Do planejamento de Bueller até o fim do dia de folga dos três, todo tipo de confusão acontece. O filme é considerado um dos grandes clássicos dos anos 80, dirigido por John Hughes (ele ainda vai aparecer por aqui de novo!)

Admiradora Secreta (1985)

Admiradora Secreta
Imagem: Divulgação/Orion Pictures

Os jovens Toni (Lori Loughlin) e Michael (C. Thomas Howell), são grandes amigos. No entanto, Toni é perdidamente apaixonada por Michael, que por sua vez é apaixonado pela bela Deborah (Kelly Preston), que ignora a existência dele. Sem coragem para se declarar, Toni escreve uma carta para Michael expressando seus sentimentos sem se identificar. Michael é convencido por seus amigos de que a carta foi escrita por Deborah. A carta vai passando de mão em mão, criando uma grande confusão muito bem-humorada.

Gatinhas e Gatões (1984)

Gatinhas e Gatoes
Imagem: Divulgação/Universal Pictures

A estudante Samantha Baker (Molly Ringwald) sonha em namorar o belo e popular colega do colégio (Michael Schoeffling), mas vê isso como impossível já que ele namora uma bela jovem. Além disso, toda a sua família esquece de seu aniversário de 16 anos, por estarem ocupados demais com o casamento de sua irmã mais velha. Essa é mais uma comédia adolescente de grande sucesso dos anos 80, dirigida por John Hughes.

O Feitiço de Áquila (1985)

Feitiço de Áquila
Imagem: Divulgação/20th Century Fox/Warner Bros.

O filme conta a história dos amantes Isabeau (Michelle Pfeifer) e Etienne de Navarre (Rutger Hauer), condenados a viverem separados pela maldição lançada pelo Bispo de Áquila (John Wood). Na maldição, Isabeau vira uma águia ao raiar do dia, enquanto Navarre vira um lobo ao cair da noite. Os dois se unem ao prisioneiro fugitivo Philippe Gaston (o rato, interpretado por Matthew Broderick) numa jornada de aventura e fantasia para tentar acabar com a maldição. A direção é de Richard Donner.

Uma Babá Quase Perfeita (1993)

Uma Babá Quase Perfeita
Imagem: Divulgação/20th Century Fox

Robin Williams é um pai divorciado que quer ter mais tempo com os filhos. E pensando nisso, decide se transformar em uma senhora inglesa para se candidatar à vaga de babá de seus próprios filhos. Quando as duas personas precisam estar no mesmo espaço, as confusões começam. O filme é dirigido por Chris Columbus e conta ainda com Sally Field e Pierce Brosnan no elenco. Além disso, a caracterização de Williams como a senhora Doubtfire foi tão impecável que ganhou o Oscar de Melhor Maquiagem.

Mudança de Hábito (1992)

Cena de Mudança de Hábito
Imagem: Divulgação/Touchstone Pictures

Whoopi Goldberg é Deloris Van Cartier, uma cantora que se apresenta no cassino do amante mafioso. Uma noite, ela flagra ele e os comparsas assassinando um homem. A partir disso, ela vira uma testemunha que precisa se esconder num convento até que a polícia investigue o crime. Deloris então se mete em várias confusões com a irmãs do convento, nos dando cenas hilárias. Além disso, o filme é embalado por uma bela trilha sonora, com números musicais excelentes envolvendo Goldberg e o elenco de peso que inclui Maggie Smith, Kathy Najimy e Harvey Keitel. O sucesso comercial foi tanto que ganhou a sequência “Mudança de Hábito 2 – Mais Confusões no Convento“.

E aí, gostaram dos filmes da lista? Em tempos de isolamento social, eles são uma boa pedida para curtir com a família em casa.


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Amanda Moura

Bibliotecária, doutoranda em História das Ciências, e das Técnicas e Epistemologia. Apaixonada por cinema, séries e cultura em geral. Sem Os Goonies talvez não estivesse por aqui.

Previous Festival Internacional de Cinema de Brasília é mais uma opção para ficar em casa
Next Crítica: Uma Mulher É Uma Mulher

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close