Música lançada há 25 anos é renovada e repete sucesso e polêmica

Conhecido por suas letras de protesto, Gabriel O Pensador lançou, no último dia 19, a faixa “Tô Feliz (Matei o Presidente) 2“. Com recados aos deputados envolvidos em esquemas de corrupção e ao próprio Michel Temer, o clipe já ultrapassou 3.900.000 visualizações. No entanto, apesar de viralizar em poucas horas, o rapper não foi poupado por comentários negativos. Seguidores de Jair Bolsonaro demonstraram sua insatisfação nos comentários, graças ao trecho em que cita pessoas “chamando políticos ridículos de mito”.

Em entrevista ao jornal O Globo, o cantor comentou que um dos motivos que lhe impulsionaram a reescrever a letra foi o decreto para tentar extinguir a Reserva Nacional de Cobre e Associados. Ela beneficiaria explorações em 4 milhões de hectares da Floresta Amazônica, locação principal do videoclipe e narrado nos trechos: “Em nome da Amazônia desmatada / Leva um arco e muitas flechas e finca uma no coração de cada”

Diferentemente dos versos de 1992, a repaginada mostrou um “Pensador” que apesar de inconformado com o regresso de sua pátria, não crê que a violência seja a única solução. Naquela época, a canção chegou a ser proibida nas rádios, apesar do sucesso. Nos últimos dias, circularam pela internet, boatos de que, novamente, o cantor sofreria censura pelo Governo Federal, o que foi negado por ambos. Entretanto, Gabriel postou em seu perfil no Facebook que havia recebido um recado de um “amigo de Brasília” de que estão tentando tirar a música do ar. O clipe foi produzido por Papatinho e dirigido pela Ganja Filmes. Veja na íntegra: