O evento consiste em atividades gratuitas de incentivo à leitura
de 22 a 27 de abril, em 60 unidades da rede

Sob o tema “Mulheres na Literatura –leitura e escrita que transformam vidas”, o Senac São Paulo promove a “4ª Semana Senac” de Leitura, em 60 unidades da rede em todo o Estado. A ação ocorre de 22 a 27 de abril e objetiva contribuir com a assiduidade à leitura de adolescentes e adultos. A programação inclui encontros com autores, rodas de conversas, palestras e a tradicional Feira de Troca de Livros e Gibis. Para instigar o público a participar da iniciativa, a instituição vai organizar uma espécie de esquenta em estações da CPTM, Metrô (Via Quatro) e EMTU com a distribuição gratuita de 15 mil livros e atrações lúdicas, como contação de histórias e gincanas.

A proposta desta edição da Semana Senac de Leitura é dar visibilidade à produção literária feminina, ainda com pouca representatividade no âmbito nacional. Segundo pesquisa realizada pela Universidade de Brasília (UnB) intitulada A Personagem do Romance Brasileiro Contemporâneo, 70% da produção brasileira no segmento são de homens brancos, de classe média, nascidos no eixo Rio-São Paulo. “O que eu leio e o que eu compreendo podem me transformar e a escola deve contribuir com isso, com espaços de discussão, com estímulo ao pensamento crítico e criando lugares do ouvir, falar e compartilhar”, afirma Cristiane Camizão Rokicki, gestora da rede de bibliotecas do Senac São Paulo.

Um dos principais eventos da programação é a palestra de abertura com as escritoras Maria Vilani (mãe do cantor, rapper e compositor Criolo), Jarid Arraes e Goimar Dantas, com a mediação de Bel Santos Mayer, coordenadora de projetos de fomento à leitura, no dia 22/4, das 15 horas às 17h30, no Edifício Sede do Senac – Salão Nobre (Rua Dr. Vila Nova, 228 – Vila Buarque). Haverá transmissão simultânea para todas as unidades participantes da ação. Para acompanhar, acesse o Facebook do Senac São Paulo no dia e horário de realização da mesa-redonda.

Na capital, estão previstas atividades como um bate-papo sobre literatura trans, com Amara Moira (dia 26/4, às 19 horas, Senac Tatuapé); uma oficina de preparo de sobremesas a partir de uma releitura de textos de Cora Coralina, com Fernanda Suzumura e Bárbara Meire (dia 26/4, às 10 horas, Senac Penha), seguida de debate sobre obras da autora; sarau com a poetisa Slam Mel Duarte (dia 23/4, às 14 horas, Senac Francisco Matarazzo); palestra com Clara Barzaghi sobre o Espaço da Mulher no Mercado Editorial (23/4, às 15 horas, Senac Aclimação); e oficina de escrita com base na obra de Clarice Lispector a ser ministrada por Eliete de Oliveira (dia 24/4, às 14 horas, Senac Itaquera). Para conferir a programação completa e se inscrever, acesse o Portal Senac. Vagas limitadas.

Ação cultural no transporte público

Para mobilizar a sociedade a participar da Semana Senac de Leitura, a divulgação será feita em pontos de grande circulação de pessoas por meio de uma ação cultural. Nos dias 10 e 11, haverá contação de histórias e quiz sobre personalidades femininas da literatura brasileira, além da distribuição de 15 mil livros da Editora Senac São Paulo. As equipes estarão nas estações de trem Pinheiros, Osasco e Palmeiras-Barra Funda(CPTM) e de metrô São Paulo Morumbi e Largo Treze (Via Quatro); nos terminais de ônibus Jabaquara, Santo André, Diadema, São Bernardo, Guarulhos (EMTU). Estão programadas ações no terminal Magalhães Teixeira, em Campinas e nas linhas intermunicipais e o VLT da Baixada Santista (EMTU). As atividades ocorrerão ao longo do dia em diferentes horários.

Edições anteriores

Em três edições, o projeto já atraiu mais de 70 mil pessoas, que participaram de diversos eventos. Em 2016, as unidades organizaram ações dentro do universo da leitura e educação em parceria com o Instituto Rubem Alves. Nos anos seguintes, as atividades foram realizadas com base nos temas literatura fantásticas e HQ´s (2017) e livros que viraram filmes e séries (2018). A tradicional Feira de Troca de Livros e Gibis, promovida há mais de 15 anos na rede, passou a fazer parte da Semana Senac de Leitura por estar alinhada à proposta estimular a reflexão sobre a importância da produção escrita e da leitura como elementos formadores de indivíduos críticos.

Agenda