Mônica Jovem: Não é que eu gostei?!

Vou te dizer, demorei muito para conhecer a Mônica Jovem. Tendo eu crescido lendo as histórias clássicas da Turminha, não tinha a mínima vontade de conhecer essa nova fase em que Cascão toma banho, Cebolinha fala certo e tudo o mais. Vai vendo como conheci esse mangá… Estava fazendo um pedido e faltava um item de menos de 10 reais pra conseguir um bom desconto! Pensei “Okay, vou dar uma chance para você, Mônica Jovem…” e adivinha? Gostei! Passei a ler frequentemente!

Gostei, mas, tem casos e casos…

Pois é, antes que alguém não conheça, leia algum número e reclame sobre eu ter um gosto pra lá de duvidoso, quero deixar claro uma coisa: Algumas HQ’s da Turma Jovem eu simplesmente DETESTEI! Roteiros forçados pra caramba, previsíveis do início ao fim, piadas sem graça… Eu considero que o Mangá se divide em alguns tipos de história: Grandes aventuras: inspiradas talvez em RPG ou em outras obras como Guerreiras Mágicas, El Hazard, etc. Terror / Suspense: são as tramas em que há grandes mistérios para se resolver, incluindo misticismo e atividades paranormais. Comportamentais: São minhas favoritas, quando eles falam de temas como preconceito, bullying, namoro, amizade, relacionamentos, de maneira bem descontraída e criativa, sem que haja aquele clima de “senta que agora vamos te ensinar algo importante”! Então, uma dica, se ler uma e não gostar, dê uma chance à outra eu tive a sorte de gostar da primeira que li, pode não acontecer o mesmo com você.

Monica Jovem: Segunda Fase. Loading…

Essa semana a Panini divulgou em suas redes a chegada da Segunda Fase da Turma da Mônica Jovem. Com um logo mais moderno e com a contagem de números zeradas, é uma ótima oportunidade para se começar uma coleção, já que a primeira fase terminou com a edição número 100. Com lançamento previsto para o começo de 2017, a número 1 da nova fase está com uma capa bem bacana, confira aqui:

Menção Honrosa: Chico Moço

Chico Bento também cresceu, ficou mais inteligente depois de muita dedicação, passou no vestibular e agora está cursando Agronomia. Chico segue o mesmo padrão da Turma da Mônica, com vários tipos diferentes de enredos. Eu gostei demais das primeiras HQ’s, sua chegada na faculdade, a dificuldade de se separar da família e dos amigos, de manter um namoro à distância, e por ser na época em que estava na faculdade também, me identifiquei ainda mais. Depois de alguns números algumas histórias não me agradaram tanto, mas, vale a pena conhecer, tanto o Chico Moço como a Mônica Jovem! Claro, quando você sentir saudades e quiser se divertir com a infância desses personagens, eles sempre estarão nas HQ’s clássicas em suas melhores formas! O bom dos quadrinhos é isso, você vai e volta no tempo quando quiser! Quem sabe um dia não vamos conseguir fazer isso em nosso mundo também, não é?


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Tom Dutra

Tom Dutra é ator e formado em Artes Visuais. Além disso, faz desenhos e tem dificuldades em dizer se é cartunista, quadrinista, desenhista ou ilustrador! É apaixonado por animações e quadrinhos. Coleciona trilhas sonoras de desenhos animados e é comum encontrá-lo na rua cantando essas músicas.

Previous Votos para 2017
Next Os livros mais vendidos do ano no Brasil

1 thought on “Mônica Jovem: A turma está crescendo… Novamente!

  1. As com misticismo não me agradam muito. Nem fui assistir Doutor Estranho por isso. Mas eu tenho alguns números da TMJ, incluindo uma sobre a CCXP2015.

    Gosto mais do Chico Moço. Minha vontade de escrever um roteiro vem de histórias assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close
CLOSE
CLOSE