9 de dezembro de 2019

Existem duas atrações que são campeãs de audiência na televisão brasileira: futebol e novela. É impossível imaginar o país sem uma partida de futebol diariamente ou um capítulo de novela de segunda a sábado. Bem, quando chega o ano da Copa do Mundo, ficamos praticamente o dia inteiro ligados na TV, pois é futebol e novela o dia inteiro. Difícil dizer o que atrai mais os telespectadores: último capítulo de uma novela ou final de Copa do Mundo com a seleção brasileira em campo. Mas, afinal, da onde veio essa paixão? E como seria a união dos dois

O futebol chegou no Brasil antes da novela, mais especificamente em meados do século XIX, trazido pelos ingleses. Os primeiros times surgiram em São Paulo e aos poucos foram tomando conta do país. Mas apenas a elite era permitida de praticar o esporte e principalmente os brancos. Tanto que em 2013 a novela “Lado a Lado” retratou essa antiga realidade, na qual um negro que jogava muito bem, passava pó de arroz na pele para parecer branco e poder atuar num time, e acredite que muitos viveram a mesma situação no início do século XX. Não é à toa que o Fluminense ainda é lembrado pelos torcedores e adversários pelo pó de arroz, pois alguns dos seus jogadores eram negros, mas não eram aceitos pela sociedade.

Antes da televisão chegar ao Brasil já existia futebol e como a população acompanhava os jogos? Duas opções: ir ao estádio ou escutar pelo rádio. E as novelas, como surgiram? Sim, também foram no rádio. Esse veículo de comunicação surgiu para informar e entreter, e nada melhor que futebol e novela. Assim, essas duas atrações começaram a conquistar os brasileiros. As rádio-novelas traziam histórias dramáticas, utilizavam muito bem da sonoplastia e bons atores davam voz a personagens maravilhosos. Já as transmissões das partidas de futebol não diferenciam muito das de hoje, a rapidez dos narradores, a emoção que eles passam para os ouvintes, a vibração a cada jogo e é claro a resenha após transmissão.

Melhor do que escutar é ver também. Na década de 1950, a televisão trouxe essa possibilidade para o Brasil. A primeira novela era exibida duas vezes por semana, e ao vivo porque ainda não existiam fitas. Aos poucos foram percebendo que novelas deveriam ser diárias, pois tinham muita audiência. Na mesma época, também foi feita a primeira transmissão de um jogo de futebol, diretamente de São Paulo, mas ainda não foi o ano da Copa na TV, e mesmo assim pela falta de tecnologia, muitas vezes a partida era interrompida. Apenas na década de 1970 foi possível fazer uma transmissão ao vivo como as de hoje em dia.

Em 1970, aconteceu justamente a Copa do México, auge do craque Pelé, início da transmissão a cores e a conquista do tricampeonato mundial. Nesse mesmo ano, estava no ar a novela “Irmãos Coragem”, um clássico da autora Janete Clair. Para aproveitar o embalo da Copa, a novela tinha um personagem que era jogador de futebol e dessa forma era acompanhar os jogos da seleção e a trajetória de Duda (Cláudio Marzo), um dos irmãos do elenco que era jogador de um grande time carioca. A novela foi um sucesso, assim como aquela Copa, uma junção perfeita em 1970.

Desde então, foram muitos personagens que embalaram torcidas reais e fictícias nas novelas. Em “Vereda Tropical”, na década de 1980, teve o jogador Luca, vivido pelo ator Mário Gomes. A novela foi um grande sucesso por causa do personagem, o ator gravou uma música sobre futebol que foi tema da atração, além disso uma cena foi gravada durante um jogo oficial do Campeonato Brasileiro entre Corinthians e Vasco.

Outra novela de grande sucesso que explorou o futebol foi “Avenida Brasil” que trazia Tufão (Murilo Benício) como um ex-jogador de sucesso e mostrava a rotina do pequeno time Divino Futebol Clube, aquela velha receita de novela e futebol que não falha.

Novela e futebol são atrações que provavelmente não deixarão de existir, apenas serão modernizadas. O tempo todo vemos atores, diretores e autores demonstrando sua paixão pelo futebol e vira e mexe os craques do esporte fazem participações nos folhetins, já vimos a atuação de Pelé, Renato Gaúcho, Ganso, Neymar, Ronaldo, Casagrande, Zico, entre outros. O importante é juntar os maiores amores dos brasileiros e ter sucesso garantido.

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Tami Aimée

Ela é a linha tênue entre a tranquilidade e a persistência. Um encontro divertido entre a calma e a dedicação. Uma jornalista que ama e se encanta com o que faz, aprende sorrindo e aceita que o erro é possível e faz parte da natureza humana. Entre um minuto e outro escreve, lê, escuta, canta, produz, analisa, aprecia... Essa é a Tamiris Aimée, essa é a Tami Aimée!

Previous Os Incríveis 2 – Brad Bird emplaca mais um sucesso
Next Crítica: Comboio de Sal e Açúcar

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Trolls – O possível novo sucesso da Dreamworks

3 de fevereiro de 2016
Close