O som de sua guitarra claramente vem de Texas. Gary Clark se apaixonou pelo instrumento, e o toca desde seus 12 anos de idade na cidade de Austin. Muitas vezes comparado com Jimi Hendrix, carrega uma responsabilidade enorme de ser o novo nome do blues.

Sua música parece ser densamente composta em várias camadas diferentes de R&B, Soul, Jazz e Nova Orleans. A mistura de sentidos atemporais o destaca no meio alternativo e traduz uma nova geração de músicos blues dos centros musicais dos Estados Unidos.

O sucesso de Gary tem como apoio os artistas com quem tocou junto, como B.B King, Eric Clapton, John Mayer, Rolling Stones e Sheryl Crow. Quem o descobriu foi Cliffor Antone, seu atual empresário e um dos maiores responsáveis pela carreira de Clark e seu primeiro disco em 2004, o 110.

Seu nome só veio para o mundo de maneira mais significativa seis anos depois, quando o cantor se apresentou em um dos maiores festivais de música do mundo, o Crossroads Guitar, com uns de seus maiores sucessos “When my train pulls in”.

Com um disco à tona em 2012, conseguiu entrar para o ranking da “Billboard” em sexto lugar e entrar para a trilha sonora de “Curvas da vida” e “Uma ladra sem limites”.

Sua última aparição foi na 59º cerimônia do Grammy, na qual se apresentou ao vivo ao lado de William Bell, introduzindo ao mundo sua voz potente que lembra John Legend com um toque de Lee Hooker, juntamente com suas habilidades na guitarra que nos remete a Hendrix, uma das suas maiores inspirações.

Confira abaixo os grandes sucessos de Gary Clark Jr. no Spotify. Para acompanhar sua agenda de shows e carreira, é só visitar sua página no Facebook, ou segui-lo no Twitter.

Por Julia Reis