A humanidade vive querendo aumentar a vida ou descobrir um modo de viver para sempre. Seja a fonte da juventude, a pedra filosofal, o botox ou milagres que até agora não funcionaram, mas para algumas celebridades parece que o tempo não passa.

O mais famoso imortal de todos, o que volta e meia eu falo na coluna de uma maneira ou de outra, é Keanu Reeves. Sempre envolvido com grandes feitos, os registros que comprovam sua longevidade na terra vem de pinturas, depois dos primeiros materiais fotográficos que surgiram no planeta e agora estamos cheios de fotos suas passeando por ai.

É meio arriscado ser ator sendo um vampiro que nunca morre, mas em todo seu tempo pela terra ele acabou sempre chamando atenção. Os primeiros dados de sua passagem pelo planeta foi o Imperador Carlos Magno, que tem vários dados sobre sua vida, mas sua morte é envolta de mistérios inexplicáveis, como por exemplo ser enterrado depressa e sem toda cerimonia da época.

Quase mil anos depois ele voltou a aparecer, dessa vez como médico e mais tarde ator. Dessa vez adotou o nome de Paul Monet, viveu na França e atuou em diversos textos franceses. E, sem surpresa nenhuma, teve uma morte suspeita também, onde ninguém jamais viu seu corpo. Na década de 80 ele ressurgiu em filmes juvenis, mas foi só em meados dos anos 2000 que o Vampiro Reeves e sua imortalidade foi descoberta.

Outro que também tem fotos que provam que ele vive nesse planeta há mais tempo do que o imaginado é o ator, e fonte de memes, Nicolas Cage. A história sobre a imortalidade de Cage é mais discreta, sua identidade passada era um fazendeiro que viveu nos Estados Unidos no século XVIII, porém não há muitos dados sobre ele.

Há outras evidências que também provam suas passagens aqui como, por exemplo, um fiel salvo por Jesus Cristo (teria Nic – tomei a liberdade de apelidá-lo – conhecido o santíssimo senhor?), ou a capa de um livro antigo, pinturas e fotos antigas. Vampiro Cage é mais discreto que Reeves, mas ele também não conseguiu passar incólume em suas vindas nesse planeta.

Justin Timberlake sim quase passou invisível. O ator e cantor norte-americano conseguiu esconder sua identidade anterior muito bem e quase nada se sabe sobre seu passado, apenas que ele tenha surgido há aproximadamente dois ou três séculos atrás, mas até seus registros sobre isso são meio confusos e há apenas um retrato que prova sua existência nessa época, porém seu antigo nome, profissão e coisas assim, ainda são um mistério.

Eu ainda poderia citar Eddie Murphy, que viveu entre o final do século XIX e começo do século XX, bem como John Travolta que quando foi descoberto só trazia o corte do cabelo diferente, mas hoje prova que sua imortalidade cede ao tempo e está um pouquinho velho, ou Joaquin Phoenix, que tem sua versão antiga exposta no famoso Museu do Louvre, de maneira que é impossível esconder sua longevidade, entre muitos outros, mas vou parar por aqui.

Como visto, ainda que nem todos saibamos como eles fizeram, eles fizeram: são vampiros, imortais, podem sair no sol que não brilham (feito Crepúsculo) e não ligam pra serem famosos. Quem sabe daqui á pouco não viraremos todos vampiros e ai vamos escrever sobre o tempo em que éramos apenas humanos? Nunca duvide!

PS: Este é apenas um post para diversão, sabemos que eles não são vampiros de verdade. Mas, eu, particularmente, não boto a minha mão no fogo, claro!

PS2: A capa não é atoa, A Incrível História de Adaline fala sobre imortais.