“Git Gone” começa com uma Laura Moon, ainda viva, em seu trabalho como crupier  no cassino Anúbis. As primeiras cenas deixam claro a infelicidade da moça com sua vida – ela inclusive chega a tentar se matar dentro da banheira que tem no jardim, com inseticida.

Eis que surge Shadow. É mostrado que os dois se conheceram quando ele tentou roubar o cassino. Laura o impede de completar a tentativa de furto – que terminaria em fracasso. Na mesma noite, ela o leva para casa e os dois dormem juntos.

O que se segue são cenas do relacionamento, que aos poucos evolui, até resultar no casamento. Shadow larga a vida de roubos e começa a trabalhar com Robbie. Ele e Audrey se encontram com frequência com os amigos.

Mas Laura continua insatisfeita. É quando ela propõe a Shadow Sábado que terminem o que ele começara quando se conheceram: o roubo do cassino. Shadow reluta, mas ela alega que dessa vez, tem o plano perfeito. Ele acaba aceitando.

O resultado é o esperado: o plano fracassa e Shadow vai para a cadeia. Laura acredita que alguém os delatou. Vemos que foi proposto um acordo onde os dois seriam presos por cerca de 3 anos, e depois, estariam livres. Shadow rejeitou a oferta e aceitou a pena de 6 anos – que acabaram sendo 5 – para que a esposa não fosse para a prisão.

Laura volta a solidão de antes, apesar de Audrey e Robbie estarem sempre presentes. Não demora para que ela e Robbie comecem seu affair, que permanece até o dia anterior à saída de Shadow, quando os dois morrem no acidente de carro. Quem a recebe do outro lado é Anúbis, que alega estar alí por causa das circunstâncias da morte da moça.

Numa cena anterior, Laura, diz a Shadow que apesar de sua criação cristã, não acredita em nada metafísico. Consequentemente, seu encontro com Anúbis não é tão pacífico quanto o da Sra. Fadil. Além de impedi-lo de realizar o ritual de passagem, ela insiste em voltar para o mundo dos vivos, ao se dar conta que o que a espera é simplesmente “escuridão”.

Para a surpresa de Anúbis, que rejeita a proposta, Laura de fato retorna. E sai de baixo da terra bem a tempo de ver Shadow quase ser enforcado, na saída do cemitério – como mostrado no primeiro capítulo.

Ela tenta impedir os capangas de Techinical Boy. Por algum motivo não explicitado, Laura agora possui uma força descomunal e é quem mata os capangas e solta Shadow da forca. Antes que ele acorde, porém, ela se esconde.

A não-falecida volta para casa – com direito a um braço arrancado durante a luta – e recorre a Audrey por ajuda. Depois de um susto inicial, a antiga melhor-amiga deixa claro que não a perdoou, mas decide apoia-la de todo modo. As duas caem na estrada em busca de Shadow – que Agora, as olhos de Laura, irradia como se pegasse fogo. A dupla tem a viagem interrompida por ninguém menos que Anúbis e o Sr. Ibis.

As divindades possuem um serviço funerário próprio, e socorrem Laura – cujo o corpo, de um cadáver, apresenta outros problemas além do braço solto. Anúbis reitera que, após s a moça resolver sua questão, ele a levará de volta.

O episódio se encerra no mesmo ponto que o anterior. Shadow abre a porta do quarto de hotel, para encontrar Laura, a sua espera. É interessante perceber que “Git Gone” ressoa a temática de “Head Full of Snow”, sobre o poder da crença, e o que se ganha tendo fé ou não.

Do mesmo modo que a Zoria caçula prevê nada para o descrente Shadow, Anúbis encaminha Laura para o mesmo destino, e pelo mesmo motivo. Ao contrário de seu marido, porém, Laura parece não ter mais oportunidade de redenção – afinal de contas, ela fez a travessia.

Vindo logo após um capitulo tão poético e narrativamente rico, este acaba sendo um pouco enfadonho. E Emily Browning – uma atriz de potencial mediano – não convence muito como Laura. Talvez nos próximos capítulos, seu desempenho se desenvolva e a personagem se torne mais interessante.

“Git Gone” termina sem grandes avanços na trama, mas com um gancho bom o suficiente para nós manter interessados no próximo episódio.


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Luísa Lacombe

Sua formação é em cinema, e os interesses incluem televisão e quadrinhos. Nas horas vagas, faz tirinhas.

Previous Maquiagem no set – continuidade
Next High School Band: a comédia adolescente que foge do clichê

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close