7 de dezembro de 2019

Após voltar de uma viagem pela Costa Amalfitana, na Itália, a jornalista Alessandra Blanco decidiu que precisava criar um blog para compartilhar suas aventuras gastronômicas pelo mundo afora. Para estrear a publicação digital, a primeira experiência que escolheu para contar foi justamente sobre a criação do blog. Como surgiu a ideia e qual foi a motivação para realizar esse projeto.

Quando Alessandra chegou a Positano, de férias, estava com muita fome e então, por isso, resolveu comer um sanduíche. Um ciabatta cortado ao meio, regado à muito azeite, com fatias de muçarela de búfala e rodelas de tomate, de um vermelho intenso. Assim que deu a primeira mordida seus olhos se encheram de lágrimas. Era uma das melhores coisas que já havia provado na vida. Quando retornou à São Paulo, queria dividir com todo mundo aquela incrível sensação que experimentou e que tomou conta de todos os sentidos do seu corpo. E foi assim que – para o nosso deleite – nasceu o blog “Comidinhas”, um lugar onde até hoje você pode encontrar essa e muitas outras histórias deliciosas e encantadoras. Na época, Alessandra estava completando 2 anos de casada e a gastronomia ocupava cada vez mais espaço em sua vida. As experiências das alquimias que fazia na cozinha apenas nos fins de semana, foram ficando cada vez mais sérias e com o passar do tempo foram virando experimentações do dia a dia. E, então, ela começou a registrar tudo no blog.

Depois de algum tempo, veio a ideia de transformar em livro os causos contados no blog. E então surge “O melhor do Comidinhas – Lugares (quase) secretos, dicas gastrônomicas e algumas receitas”. Alessandra fez uma compilação de suas melhores matérias publicadas no site. São segredos de cozinha, aromas, gostos, sabores e tudo mais que foi encontrando pelo caminho nos últimos anos. Lugares e lembranças que são registradas através do gosto e do cheiro da vida toda. São histórias que vão levar o leitor a encontrar dicas e segredos publicados no blog, que foram escolhidos pela autora para esta edição. São lugares quase secretos como o “Patuá da Baiana”, que fica em São Paulo e ainda a “Confeitaria das Famílias”, em Curitiba. Dicas como azeites gourmets da Itália e a omelete com mel caramelizado de Aix-en-Provence e ainda receitas como a mussaca grega e os biscoitos de queijo da dona Maria. Tá tudo no livro. É só abrir para se encantar e viajar por lugares e sentimentos.

Ela conta também como foi sua primeira experiência na cozinha, com apenas 2 aninhos de idade. Estava de avental e rolo de macarrão na mão. Na verdade, era um micro rolo de madeira, feito por seu avô, certinho para o tamanho dela. Tudo isso, claro, sem perder o estilo, usando um lindo vestido e cabelos presos com marias-chiquinhas. E lá estava ela, minúscula de tamanho, no meio de tantas outras mulheres da família, para fazer uma deliciosa pizza. De lá pra cá, nunca mais parou. Aos 14, fez seu primeiro pão e aos 16, se aventurou com rosquinhas de coco. E foi daí para o mundo.

O livro tem prefácio apresentado por Rita Lobo, apresentadora de um programa de culinária no GNT e escritora. Ela foi coleguinha de Alessandra em redações de jornais como Folha de S.Paulo, onde trabalharam juntas por algum tempo. As ilustrações divertidas são da artista Selma Andrade.

Alessandra Blanco trabalhou como repórter e também como editora na Folha de S.Paulo. Passou ainda pela redação do jornal de Nova York, como correspondente e foi repórter da revista Capricho, da editora Abril. O blog Comidinhas foi indicado em 2007 para concorrer na categoria Melhor Blog em Português no Best of Blogs.

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Erika Kohler

Jornalista (com diploma), escritora metida a cronista e decoradora. Não necessariamente nessa ordem. É uma artista múltipla! Tem a arte no DNA e por isso é amante do mundo das artes. De todas as formas: Cênicas, Visuais e Plásticas.
Carioca, já foi rata de praia, mas hoje prefere o inverno. É gateira de carteirinha e apaixonada por pinguins. Os livros fazem parte da sua vida e estão sempre por perto. Talvez tenha nascido no século errado porque ama o Vintage e o retrô. Adora assistir filmes e séries, sempre acompanhada por um baldão de pipoca. Torce para encontrar com o gato da Alice, pra ele indicar a estrada dos tijolinhos amarelos, que vai direto para a Fantástica Fábrica de Chocolate!!

Previous Crítica: Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro
Next Muito Fury no novo trailer de Capitã Marvel

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Crítica: Ele não está tão a fim de você

26 de novembro de 2017
Close