Lançado durante o painel do grandioso “Star Wars Celebration”, convenção que reune fãs para celebrar a existência da franquia, que esse ano aconteceu em Orlando na Flórida, o primeiro teaser do novo Star Wars já vem dando o que falar.

Entre tantos comentários na internet e matérias que saíram por aí, não é difícil ficar perdido com uma tempestade de opiniões. Tem gente reclamando que o vídeo revela demais, que não gostou do que viu, outros alegando que o trailer é muito filosófico, que falta cenas de luta; alguns falando que esperam um filme com confrontos espetaculares de sabres de luz e efeitos de tirar o fôlego, enquanto outros já dizem o contrário, que seria interessante uma produção centrada no aprofundamento da história. Sem falar nas comparações que fizeram entre planos mostrados no trailer com cenas do filme “O Homem de aço”. Ou na audaciosa sincronia do áudio do primeiro trailer do próprio “Man of Stell” com o de “Os Últimos Jedi”, feito pelo site Screen Rent.

Todavia, entre tantos comentários, comparações e relatos absurdos, a grande sacada mesmo veio do canal Morphin Bad que subiu um vídeo revelando as similaridades entre o trailer de “O Despertar da Força” e “Os Últimos Jedi”. Esse sim conseguiu casar muita coisa, provando que a Disney leva a sério a máxima de não mexer em time que está ganhando.

Confira abaixo:

Mas a verdade seja dita, não podemos esperar menos do que muita especulação em torno de uma marca tão poderosa quanto essa criada por George Lucas.

Star Wars sempre causou polêmica, e com “Star Wars: Episódio VIII – Os Últimos Jedi” não iria ser diferente. Tudo faz parte de um grandioso e inteligente jogo de marketing, que funcionou desde sempre. O novo filme já vinha causando alvoroço logo no início, principalmente quando anunciou o seu título original (“The Last Jedi”) que não deixava claro a qual personagem estava realmente fazendo referência. Seria Luke Skywalker o último dos cavaleiros? Ou a menção fazia jus a novata Rey, que já tinha conquistado o coração dos fãs logo em seu primeiro filme? Embora a tradução em português tenha facilitado bastante para todo mundo, levando o título para o plural, o roteirista e diretor Rian Johnson (“Looper”) comentou durante uma entrevista para “ABC News” que o seu pensamento era outro. Quando perguntado se o nome estava no singular ou plural, ele sorriu e foi direto:

“Foi muito engraçado quando as pessoas ficaram me perguntando sobre o título oficial, logo após esse ser anunciado. Eu nunca cheguei a pensar essa questão. (…) É muito interessante! (…) Mas, olhe, na minha mente está no singular. Desde o ‘Despertar da Força’, Luke Skywalker é ‘O Último Jedi'”.

Outro ponto que estava bastante em voga era participação do próprio Luke na nova história. Será que dessa vez ele iria estar mais presente na obra? Onde ele esteve esse tempo todo? O painel da empresa na convenção serviu para esclarecer algumas dessas dúvidas. Além da presidente da LucasFilm, Kathleen Kennedy, declarar que seu papel no filme seria muito importante, o próprio Mark Hamill (ator que interpreta o personagem) comentou que existe muito mistério em torno do retorno de Skywalker e o que aconteceu com ele desde o final de o “Despertar da Força”.

Muito ainda será revelado até o dia da estreia do filme, que acontece somente em 14 de dezembro desse ano. Enquanto isso, vamos aproveitando o teaser que traz muita informação para quem realmente conhece essa extraordinária série de ópera espacial que arrebata fãs desde a década de 70.