Nos anos 2000, as crianças – e pré-adolescentes – não tinham acesso tão fácil e instantâneo a computadores e a internet. O que existia na época e era responsável por deixar inúmeras crianças vidradas era a televisão e os conteúdos que existiam nela. Seriados infantis como os eternos “As visões da Raven”, “Hannah Montana”, “Lizzie McGuire”, “Kenan e Kel”, “Zack e Cody – Gêmeos em Ação”, “Drake e Josh” e “Zoey 101” (entre muitos outros) marcaram a vida de uma geração, que constantemente lembram com muito carinho e nostalgia desses programas – o que é visível ao pesquisar esses conteúdos do YouTube e ler os comentários.

Programas de TV muitas vezes tem o poder de marcar determinadas épocas da vida das pessoas. Quando a nostalgia vem, bate aquela saudade do tempo que não volta mais. Como sabemos, grande parte dos seriados da época para o público infanto-juvenil era de origem norte-americana (e, na maioria das vezes, são esses que ficam em evidência na nossa memória), mas a Austrália foi responsável por diversos programas – não tão lembrados constantemente – que fizeram parte da tão querida infância e lembrá-los traz aquelas memórias gostosas e pensamentos como “Caraca, esse programa era um dos meus preferidos!” e “Nossa, eu ficava contando os minutos para esse começar.”. E, curiosidade: Alguns desses programas tinham em seu elenco atores e atrizes que, hoje em dia, estão brilhando – ou já brilharam – seriados como “The 100”, “The Vampire Diaries” e “The Originals”, “The Fosters”, “Reign” e “Power Ranger: RPM”.

Com isso, aqui vai uma lista nostálgica com quatro séries australianas que fizeram parte da vida das crianças dos anos 2000.

H2O: Meninas Sereias

O programa conta a história de Cléo, Emma (ou Nanda, na dublagem brasileira) e Rikki (ou Drika, na dublagem brasileira) que são interpretadas, respectivamente, por Phobe Tonkin, Claire Holt e Cariba Heine. Elas, ao acidentalmente pararem em uma ilha – a Ilha Mako – num dia de lua cheia, tropeçam e caem em uma caverna que tem uma piscina natural, onde elas mais tarde descobrem terem sido transformadas em sereias. O programa conta como elas lidam diariamente com essa nova característica, seus novos poderes e os empecilhos da vida delas, além seus relacionamentos – amorosos e fraternais. Na terceira temporada, Emma sai da série e uma nova menina da cidade, a sereia Bella (Indiana Evans), entra como a terceira protagonista.

Dona de uma música tema chiclete, “H20: Meninas Sereias” fez tanto sucesso que dois programas passados no mundo de sereias da Ilha Mako surgiram, produzidos pela Netflix. Além disso, a Rede Globo juntou vários episódios e transformou a série em um filme para a sessão da tarde, que está constantemente na grade da emissora.

O seriado infanto-juvenil estreou em 2006 e teve três temporadas, cada uma com 26 episódios. No Brasil, ele foi exibido pelo canal Boomerang e pela Rede Record, além do filme passado na Rede Globo.

Claire Holt e Phobe Tonkin se encontraram e contracenaram de novo em outras duas séries. As atrizes brilharam nos papéis de Rebekah Mikaelson e Hayley em “The Vampire Diaries” e “The Originals”.

Clube do Travesseiro

O seriado, baseado na série de livros best-seller internacional da autora Rode Impey, conta a história de um grupo de cinco meninas de que fazem parte de um clube chamado “Clube do Travesseiro”, cujo o lema principal é “deixar os meninos e pais de fora”.

Rosie (Eliza Taylor-Cotter), Frankie (Caitlin Stasay), Fliss (Ashleigh Chisholm), Kenny (Hannah Wang) e Lindz (Basia A’Hern) são as integrantes do grupo na primeira temporada e se reúnem uma vez por semana em nome do clube. Elas enfrentam diversos problemas típicos de pré-adolescentes, como responsabilidades escolares e romances, além de terem que se preocupar com os M&M’s, grupo rival formado pelo irmão gêmeo de Lindz, Michael (Blake Hampson), e seus dois melhores amigos, Matthew (Ryan Corr) e Marco (Stefan La Rosa).

A segunda temporada tem Charlie (Morgan Griffin), Tayla (Rachel Watson), Maddie (Emmanuelle Bains), Brooke (Katie Nazer-Hennings) e Jess (Monique Williams) como as integrantes do Clube do Travesseiro. O formato e os problemas continuam similares aos da primeira temporada. Agora, o grupo dos meninos se chama Blockheads e é formado por Jason (James Bell), Simon (Nathan Coenen) – meio irmão de Brooke – e Declan (Shannon Lively).

Eliza Taylor-Cotter e Caitlin Stasey, protagonistas da primeira temporada, tiveram papéis notáveis em “The 100” e “Reign”, respectivamente. Eliza é Clarke Griffin, a protagonista de “The 100”, e Caitlin interpretou Kenna, uma das damas de honra da rainha Mary da Escócia (Adelaine Kane).

O programa, exibida na época no Brasil pelos canais Boomerang e Canal Brasil, estreou em 2002 e teve duas temporadas, cada uma com 26 episódios.

 Ninguém Merece!

O programa conta a história de Taylor Fray (Marny Kennedy), uma menina de 11 anos, muito criativa e com uma imaginação infinita. Ela passa por diversas situações constrangedoras e se sente diferente dos seus amigos e sua família, a qual ela considera brega. No seriado, vemos Taylor lidar com os clássicos problemas da pré-adolescência, como o primeiro amor, as mudanças corporais, ente outros.

Ninguém merece” estreou em 2006 e teve duas temporadas com 13 episódios cada. No Brasil, a série foi exibida pelo Disney Channel e pela TV Cultura, além de estar disponível agora na Netflix.

Maia Mitchell, a Callie da série “The fosters”, interpretou Brittany, amiga da Taylor, no programa.

Galera do Surf

A série conta a história e o dia a dia dos adolescentes selecionados para treinar na prestigiada e concorrida academia de surfe “Blue Water High”, um sonho para inúmeros surfistas. Ela é a porta de entrada para o circuito profissional, mas somente dois dos sete (primeira temporada) ou seis (segunda e terceira temporada) surfistas da academia são selecionados esse circuito.

Galera do Surfe é um seriado que, além de retratar a competição e os desafios da caminhada dos jovens profissionalmente, mostra a vida pessoal deles, os sentimentos, os romances, as amizades, as responsabilidades e os empecilhos.

O programa tem três temporadas com 26 episódios cada. A cada temporada há um novo grupo de surfistas na “Blue Water High”, que protagonizam a história. Alguns personagens aparecem em mais de uma temporada, mesmo que mudando o papel que desempenha na série, como Bec Sandersen (Kate Bell), que faz parte do grupo principal na primeira temporada e volta nas outras duas temporadas, apesar de não como competidora.

Eka Darville, o Adam da terceira temporada, interpretou Scott Truman, Ranger Operador Série Vermelho em “Power Rangers”. Cariba Haine, a Rikki de “H2O: Meninas Sereias”, interpretou Bridget na terceira temporada o programa.

E aí, assistiam algum desses? Lembraram? Sabiam que eles eram da Austrália? Conta pra gente aí nos comentários!


Por Carolina Sá