O processo de dublagem aqui no Brasil é o inverso do que acontece nos Estados Unidos. Enquanto colocamos as vozes na animação após ela estar finalizada, lá eles fazem o registro antes da criação dos desenhos, e assim muitas vezes a inspiração para o físico e o psicológico dos personagens vem justamente a partir dos donos de suas vozes. Há casos em que a semelhança é tanta que parece que estamos vendo realmente uma versão animada do ator na tela! Veremos hoje 5 casos em que fica difícil separar o dono da voz daquele que a recebeu!
1 – Philoctetes / Danny DeVito

Hércules está longe de seu lar no Olimpo. Para voltar, fica sabendo que precisará se tornar um herói e o primeiro passo é encontrar o treinador Philoctetes. Só o que não sabia é que daria de cara com um sátiro baixinho, gordo e ranzinza. Quando vemos o Phil na tela, estamos praticamente vendo Danny DeVito. Suas expressões, seus traços e toda a sua construção é nitidamente uma caricatura de seu dublador. Outros personagens já foram dublados por Danny DeVito ao longo dos anos incluindo o Sr. Swackhammer (o vilão de Space Jam) e o Lorax, mas nenhum deles foi tão fiel à imagem real do ator quanto Philoctetes, o treinador de heróis.
2 – Rover Dangerfield / Rodney Dangerfield

Em 1991, a Warner lançou o longa animado Rover Dangerfield, sobre um cachorro de rua que vivia com uma garota de Las Vegas, mas que após ter sido expulso por seu namorado, acaba em uma fazenda. O cachorro tinha a voz, a aparência e até o sobrenome de Rodney Dangerfield. O ator, comediante e músico não só deu a voz ao personagem, como também escreveu e participou da produção do filme. Embora a animação não tenha ido muito bem nas críticas, ainda existem muitos fãs que adoram, ou por ter sido parte de sua infância, ou por serem fãs de Rodney Dangerfield.
3 – Iago / Gilbert Gottfried

Ao assistir o Making Of de Aladdin, é possível ver o quanto o ator que dá a voz ao personagem pode influenciar em sua aparência e personalidade, mesmo após alguns estudos já terem sido feitos. Iago, o pássaro lacaio de Jafar, era muito diferente antes de resolverem incorporar as expressões (e os dentes!) de Gilbert Gottfried à ele! O ator deu ao personagem muito mais do que a voz! Sem ele como inspiração, o Iago que conhecemos e amamos (ou não) seria bem diferente, basta olhar as artes conceituais para se confirmar isso!
4 – Rei Louie / Louis Prima

“I wanna be like you ooh ooh! I wanna walk like you! Talk like you! Too ooh ooh!” Quando o Rei Louie canta essa música querendo o “fogo vermelho dos homens”, poderia muito bem estar cantando sobre Louis Prima, já que o macaco é praticamente a versão animal do cantor na tela. É de impressionar a semelhança entre Prima tocando com sua banda e Rei Louie fazendo a festa com seus macacos. Mogli, o Menino Lobo é um exemplo de filme em que quase todos os personagens foram fortemente inspirados pelos atores que fizeram suas vozes, mas entre todos, o destaque fica para o Rei!
5 – Looney Tunes / Mel Blanc

Como assim, “Looney Tunes”? Qual deles? Simples… Quase todos! Com algumas exceções, como Hortelino e a Vovó, a maioria dos Looney Tunes tem algo em comum: O dono de suas vozes. No período clássico, Pernalonga, Patolino, Frajola, Eufrazino, Piu-Piu, Marvin, Frangolino, todos eles eram dublados por Mel Blanc. O dublador ficou conhecido como o “homem das mil vozes” por sua facilidade em mudar completamente sua interpretação de um personagem para o outro. Mas, por que ele completa nossa lista? Se você pensa que foi um engano, está enganado. Quem trabalhava com Mel Blanc diz que era incrível vê-lo em ação, pois ainda que ele estivesse em uma cabine onde não fosse possível ouvir a voz que estava fazendo, era muito fácil saber quem estava dublando no momento, tamanha era a semelhança de suas expressões com os personagens!

Existem muitos outros bons exemplos de personagens que se parecem com os donos de suas vozes que ficaram fora da lista, esses foram apenas alguns exemplos no imenso universo das animações! Há algum que você esperava ver aqui e não viu? Escreva nos comentários!