Banda trouxe sucessos consagrados pelo público no Rio de Janeiro

Pontualidade e o “bom e velho rock’n’roll” marcaram a noite de ontem, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Apesar de a atração principal – a banda Foo Fighters – só ter pisado no palco às 21:30, o Ego Kill Talent abriu a maratona de shows às 18:30 em ponto. O grupo paulista, formado em 2014, tem se mostrado como uma grande promessa do hard rock e não deixou a desejar, animando ao público presente. Ao final do concerto, Jonathan Correa, vocalista, agradeceu pela oportunidade de estar naquele palco pela primeira vez, visivelmente emocionado.

Foto: Divulgação/Lucca Miranda

Com cinco minutos de antecedência, às 19:25, o riff de “If I Had A Tail” confirmava a chegada do Queens Of The Stone AgeNo repertório, hits como “Little Sister” e “Make It Wit Chu” fizeram o gosto da platéia, assim como os mais recentes “The Way You Use To Do” e “The Evil Has Landed”, do último disco Villains, lançado em 2017. Apesar de, há pouco tempo, Josh Homme ter se envolvido em uma polêmica em que chutou uma fotógrafa durante um show em dezembro, o cantor esbanjou simpatia e sintonia com os fãs nas 1h15 em que o Queens esteve no palco.

Foto: Divulgação/Marcos Hermes

Já às 21:30, o Foo Fighters começou sua apresentação ao som de “Run”, do disco Concrete and Gold, lançado em setembro do ano passado. Seguido de “All My Life”, Dave Grohl agitou os fãs enlouquecidos com sucessos consagrados e sem parar, esbanjando bom humor e interagindo diversas vezes. No repertório, hits como “Breakout” – que fez parte da trilha sonora de Me, Myself & Irene (1999), “Learn To Fly” e “Times Like These”, levaram o estádio à temperatura máxima. Covers também não ficaram de fora. Taylor Hawkins, baterista da banda, assumiu os vocais, enquanto que Grohl foi para a bateria em “Under Pressure” e deu uma canja de “Love Of My Life”, ambas do Queen. “Another One Bites The Dust” e “Under My Wheels”, do Alice Cooper também estiveram presentes, assim como “Blitzkrieg Bop”, dos Ramones – fazendo Hawkins ser ovacionado pela platéia. “Best Of You” fechou a primeira parte da noite, com o coro do público, que ergueu cartazes dedicados à banda. O vocalista, visivelmente emocionado, agradeceu: “Obrigado por me lembrarem da letra, às vezes eu esqueço.

Após uma pequena pausa de dez minutos, o grupo retornou ao palco com puro rock’n’roll. “This Is A Call”, do disco de estreia, abriu a segunda parte, seguido do cover do AC/DC, “Let There Be Rock” e “Everlong”, fechando com chave de ouro o primeiro da série de concertos que ainda passarão por São Paulo, Curitiba e Porto Alegre. Sem sombra de dúvidas, o conjunto mostrou que apesar do longo tempo de estrada, ainda sim consegue eletrizar seus fãs, superando todas as expectativas possíveis com novos e antigos sucessos.

Foto: Divulgação/Marcos Hermes

Confira abaixo os setlists de cada banda:

Ego Kill Talent

1- Just Call You Mine

2- Sublimated

3- We All

4- The Searched

5- Heroes Kings and Gods

6- Still Here

7- Last Ride

Queens Of The Stone Age

1- If I Had A Tail

2- Smooth Sailing

3- My God Is The Sun

4- Feel Don’t Fail Me

5- The Way You Used To Do

6- You Think I Ain’t Worth A Dollar, But I Feel Like A Millionaire

7- No One Knows

8- The Evil Has Landed

9- I Sat By The Ocean

10- Make It Wit Chu

11- Domesticated Animals

12- Villains of Circumstance

13- Little Sister

14- The Lost Art of Keeping A Secret

15- Go With The Flow

16- A Song For The Dead

Foo Fighters

1- Run

2- All My Life

3- Learn To Fly

4- The Pretender

5- The Sky Is A Neighbourhood

6- Rope

7- Sunday Rain

8- My Hero

9- These Days

10- Walk

11- Breakout

12- Make It Right

13- Under My Wheels

14- Another One Bites The Dust/ Blitzkrieg Pop/ Love Of My Life

15- Under Pressure

16- Monkey Wrench

17- Times Like These

18- Best Of You

19- Arlandria

20- Wheels

21- Best Of You

22- This is a Call

23- Let There Be Rock

24- Everlong