Era uma noite de terça-feira quando soltaram no twitter a notícia de que a cantora Maria Rita gravaria um novo dvd no dia sete de julho no CityBank Hall em São Paulo. Após muito suspense, tweets trocados com seus bacanudos (como a artista gosta de chamar seus fãs), dias se passaram e então veio a noticia: o dvd é em comemoração aos quinze anos de carreira da Maria Rita.

A noite contou com 3 convidados especiais: Banda Didá, Marcelo D2 e Zeca Pagodinho. Apesar de dividir a direção do espetáculo com Paulo Borges e a produção musical com Pretinho da Serrinha, Maria Rita relatou que o período de escolha das músicas para o repertório comemorativo foi solitário. Isso só poderia ser feito por ela. Uma das grandes surpresas da noite veio na segunda música “Santa Chuva” que era muito aguardada e pedida pelos fãs.

Entre as novas canções, Maria Rita apresentou “Amor e música”, “Reza”, “Cade Obá”, “Pra Maria” e “Nos passos da emoção”. Outra música muito pedida pela platéia era “Cutuca” que veio na segunda metade do show. Com a Banda Didá, que já havia se apresentado com a cantora em Salvador, foi apresentada com percussão as músicas “Aquarela do Brasil” e “Quarelas do Brasil” em um medley. Além disso, a cantora contou com três figurinos que formavam uma composição com o cenário que se adequava a cada parte do repertório e davam mais graça as suas danças e gestos.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, a cantora falou das parcerias inéditas:

“Eu liguei para o Marcelo Camelo, e ele mandou uma canção que fez para mim. Eu peguei uma canção ‘lado B’ do meu sogro, Moraes Moreira. Meu marido Davi Moraes, criou uma parceria com Carlinhos Brown, pensando em mim, fez outros com minha gangue de samba, amigos como Marcelinho Moreira e o Fred Camacho.”

Filha da eterna Elis Regina e do pianista César Camargo Mariano, Maria Rita é a caçula dos três filhos da Pimentinha. Começou sua carreira com 24 anos após muitos pedirem que ela cantasse. A hora certa chegou e seu primeiro disco “Maria Rita” foi lançado em 2003. Em seguida passeou pelo samba com o inesquecível “Samba meu” gravado na Fundição Progresso no Rio de Janeiro, fez uma homenagem à mãe com a turnê “Redescobrir” e, após muitos pedidos, retornou ao samba com “Coração a Batucar” em 2014.

Vencedora de 11 Grammy’s Latinos, Maria Rita é conhecida por sua expressividade e voz inigualável. Com muita ginga, samba no pé e malemolência, ela arrasta mais de um milhão de bacanudos em suas redes sociais. Em junho de 2016, a cantora retornou a Lapa carioca para gravar o dvd “Samba em Mim” finalizando a turnê “Coração a Batucar”.

A identificação com o Samba vem de outras datas. A cantora contou ao jornal ainda que o ritmo é sua manifestação plena, é como ela se sente mais intérprete, relevante e completa de fato. O álbum ainda não tem data de lançamento e espera-se que uma nova turnê seja lançada brevemente. O próximo evento agendado é um show do dia 17 de setembro no palco Sunset do Rock in Rio ao lado da cantora Melody Gardot.

Confira a baixo o set list da gravação:

1- Amor e música
2- Santa Chuva
3- Trajetória
4- Casal sem vergonha part. Zeca Pagodinho
5- Caminho da Águas / Asa Branca
6- Casa de Noca
7- Corpitcho
8- Querelas do Brasil
9- Aquarela do Brasil part. Banda Didá
10- O bêbado e a equilibrista / O show tem que continuar
11- Reza
12- Cadê Obá
13 – Bola pra frente/ Num corpo só
14- Nos passos da emoção
15- Tá perdoado
16- Vai meu samba
17- Pra Maria
18 – Cara valente part. Marcelo D2
19 – Cutuca
20- Coração em desalinho
21- O homem falou / Festejar

BIS

22 – Amor e música (versão Samba)


Por Carolina Gomes

Show Full Content
Previous Crítica: O casamento do meu ex
Next Crítica: O Mínimo Para Viver

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close