8 de dezembro de 2019

Um espetáculo teatral diferente 

A companhia de teatro Afeto apresenta um espetáculo diferente, onde o elenco se dirige e o público fica à vontade para pagar entrada. Em “Pineal – Ritual Cênico”, o grupo formado por atores como como Jéssica Ellen (Totalmente Demais e Malhaçao), Yasmin Gomlevsky (Liberdade, Liberdade), Antonio Karabachian, Fernanda Nascimento, Giovanna Bosco, Larissa Porto, Luellem de Castro, Priscila Vergniaud e Tainá Medina de vai ao Metrô da Glória caracterizado para buscar seu público e convidá-lo para um coquetel ao fim de cada apresentação.

Houve um processo de criação com o objetivo de transformar os membros da equipe, para só então abri-lo ao público. O trabalho discute questões políticas e sociais en evidência no país sob o ponto de vista das mulheres, sendo muitas dessas questões vivências das próprias mulheres em cena, que escolheram o tema a ser falado (dada uma delas) e foram suas próprias diretoras. Saulo Rocha abriu mão do papel de diretor e se tornou um facilitador, trabalhando seus corpos, mentes e corações, deixando as decisões por conta das atrizes.

O espetáculo conta com composições de Chico Chico, Antonio Karabachian (filho do cantor Paulinho Moska) e Guilherme Azevedo.

SERVIÇO:

PINEAL – RITUAL CÊNICO

Temporada: de 4 de junho a 31 de julho
Sábados, às 20h | Domingos, às 18h
Local: Quilombo Cultural Brasil-México
Rua Cândido Mendes, 476, Glória
Lotação: 30 lugares
Classificação: 16 anos
Valor sugerido: R$ 25,00 – após apresentação as atrizes passam uma cabaça e o público fica a vontade para pagar o valor que quiser.

É servido um coquetel no final de todas apresentações.

Obs.: A vivência do Ritual começa no cortejo que sai do Metrô Rio da Glória (saída Rua da Glória, sentido Lapa) – sábado às 19h30 e domingo às 17h30

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Gleicy Favacho

Gleicy Favacho é uma maquiadora com alma de artista. Quando pequena sonhava em descobrir um mundo fantástico através do armário muito antes de se ouvir falar em Nárnia. Essa imaginação a levou a seguir uma profissão onde ela pudesse participar da construção de vários mundos e histórias diferentes, sendo apaixonada por cinema, teatro e outras artes. Claro que, sendo adulta, já mantém um pouco mais os pés no chão, mas sempre olha dentro de um armário ou outro, afinal, vai que… né?

Previous Locação externa
Next Foco, força e fé

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

3º Edição do Cineclub Woo! acontece dia 13 de Julho no MAM

12 de julho de 2017
Close