14 de dezembro de 2019

Conteúdo On Demand

Os brasileiros estão aderindo cada vez mais ao streaming como uma forma de economizar. Segundo pesquisa comScore e Internet Media Service (IMS), 82% dos brasileiros afirmam assistir regularmente vídeos on demand, número maior que os 73% que assistem TV aberta. Em contrapartida, o número de lares com TV por assinatura não para de cair. Segundo dados da Anatel, apenas entre julho e novembro de 2015, as operadoras perderam cerca de meio milhão de assinantes. O dado mais recente mostra que em abril de 2016 o Brasil contava com 18.908.696 assinantes de TV paga, contra 18.952.356 em março (queda de 0,23% em apenas um mês). Se compararmos com abril de 2015, a queda é de 4,32%.

Os dados refletem a atual crise econômica e política que o Brasil enfrenta. A população corta gastos e procura alternativas. Uma boa opção para não deixar de assistir seus filmes, séries, shows e desenhos favoritos é o Looke. Com milhares de vídeos, incluindo conteúdos premium e exclusivos da plataforma, o Looke possui três formas de acesso: compra, aluguel ou assinatura. Para a compra ou aluguel de um conteúdo não é necessário ser assinante, basta inserir os dados de pagamento e o vídeo já fica disponível na plataforma.

Para os assinantes, o Looke apresenta três novos pacotes com preços ainda mais acessíveis. Por apenas R$16,90 é possível ter a assinatura para transmissão em uma tela. Para assistir em três telas ao mesmo tempo, o plano sai por R$18,90. Para cinco telas, o valor vai para R$25,90 e o usuário ainda recebe promocionalmente, uma locação a escolher, para assistir dentro de cada mês que renovar sua assinatura (não acumulativo).

“O Looke é uma plataforma 100% brasileira, por isso temos como missão oferecer alternativas para que nossa população tenha acesso aos melhores conteúdos sem pagar a mais por isso” (Luiz Guimarães – Diretor de Business Affairs do Looke)

Facebook          Twitter      Instagram

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Daniel Gravelli

Daniel Gravelli é um brazuca que parle français e roda uns filmes por aí. Apaixonado pelos universos da escrita e da atuação, tem um caso com o teatro e morre de amores pelo cinema. Fotógrafo e crítico nas horas vagas, gosta de cozinhar, apreciar um bom vinho e trocar ideias interessantes.

Previous O “Prêmio Multishow de Humor” estreia amanhã
Next Abertas inscrições para os Encontros com o Cinema Brasileiro com Festival Internacional de Documentários de Amsterdã

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Por que nós ainda discutimos (e negamos) a cultura negra?

21 de novembro de 2017
Close