12 de dezembro de 2019
Após 12 anos separados, Sandy e Junior retornam aos palcos para
comemorar os 30 anos de carreira

O mês era abril e o ano 2007. O Brasil parou com as notícias que bombardeavam a imprensa. A manchete? “Sandy e Junior anunciam separação após 17 anos”. Nem mesmo os pais, o cantor Xororó e Noely, esperavam a notícia. “A gente foi pego de surpresa, como o público deles. Eles simplesmente chegaram e comunicaram que cada um ia para um lado”, contou o pai, em entrevista à Luciano Huck, no especial dedicado à dupla no Caldeirão do Huck, em março passado.

Nos 12 anos sem a presença dos irmãos, juntos, no palco, muita coisa mudou. Sandy casou, construiu família, mudou o foco da carreira e fez shows bem menores, comparados aos recordes de público dos tempos áureos da dupla. Junior também teve seu final feliz, ao lado de Monica Benini, virou youtuber (o Pipocando Música já se aproxima da marca de 2 milhões de inscritos), teve diversos projetos musicais (“SoulFunk”, “9MilAnjos”, “Dexterz e Manimal”) e posta cliques incríveis no Instagram, sobre suas andanças país afora.

Em 17 anos de carreira, os filhos de Xororó e Noely venderam mais de 15 milhões de discos.
Foto: Divulgação/Sandy & Junior

Obviamente, não faltaram convites, boatos e expectativas sobre um possível revival. Durante anos, o duo negava veementemente, para a tristeza dos fãs. Em maio de 2018, ambos concederam uma entrevista à Serginho Groisman (amigo pessoal deles há anos). Não demorou muito para que, novamente, o burburinho voltasse às redes sociais, deixando a fã-base esperançosa. Até que em janeiro passado, os rumores começaram a tomar mais força. Bastou uma troca de stories entre Sandy e Junior com os dizeres “Vamos conversar em março?” para levar o público ao delírio. Diversos lugares, incluindo o Maracanã – onde os irmãos fizeram um show memorável em 2002, sendo os primeiros artistas brasileiros a lotarem o estádio, chegaram a ser cogitados.

A confirmação veio em 13 de março, com uma coletiva no Allianz Parque, em São Paulo, e o anúncio de 10 shows nas principais capitais do Brasil, em parceria com a rede de cartões Elo, Ingresso Rápido, Live Nation e Volkswagen. A pré-venda de ingressos, no dia 20teve filas online quilométricas. A internet, claro, não perdoou. Em menos de meia hora, todas as capitais já estavam esgotadas. Na venda oficial, dois dias depois, o feito se repetiu, decepcionando boa parte do público, que reclamou de falhas no site da Ingresso Rápido, além da presença de cambistas tanto no site, quanto nas filas em pontos físicos (era possível encontrar ingressos pelo triplo do preço em sites ou grupos de Facebook). Entretanto, em algumas capitais, ainda há shows disponíveis (confira ao final da matéria). Os preços custam a partir de 110 reais. O frenesi chocou os artistas. “São muitas emoções ao mesmo tempo”, disse Sandy nos bastidores do Caldeirão do Huck. Junior endossou o coro: “Não tem como esperar um negócio desse tamanho“.

Sandy no Palco Mundo do Rock in Rio III: 250 mil pessoas foram ao delírio – Imagem: Divulgação/Sandy (Crédito: Ana Carolina Fernandes/Folhapress)

Não tardou para que novas datas surgissem no calendário. Rio de Janeiro e São Paulo já se preparam para receber a dobradinha de shows, além de Porto Alegre, que foi incluída no roteiro dos dois. Mas, se o público esperava uma volta definitiva, eles trataram de deixar claro que será apenas uma turnê para relembrar os anos de parceria. Não haverá músicas novas nos shows, nem sucessos da carreira solo de ambos – que, aliás, continuará firme e forte, paralelamente.

Quanto ao repertório das apresentações, não faltarão hits que marcaram não só o público, mas os irmãos, como “As Quatro Estações”, “Quando Você Passa (Turu-Turu)”, “Não Dá Pra Não Pensar”,A Lenda” e tantas outras canções que bombaram nas rádios e programas de televisão. Nós da Woo! Magazine preparamos uma playlist especial com as melhores canções, já para entrar no clima da tour. E a produção dos shows? De mega-eventos, exatamente como na época em que lotaram estádios como o Maracanã e o Pacaembú: “Vai ser um show bem pop, com tudo o que os fãs gostavam de ver. Vamos ter muitas luzes, palcos grandes, balé… Será bem animado, para todo mundo se divertir muito“, disse Sandy, na coletiva de março.

Cartaz oficial da turnê “Nossa História”
Imagem: Divulgação/Sandy & Junior

Confira a seguir, as datas da turnê:

12 de julho – Recife (Esgotado)

13 de julho – Salvador (Ingressos disponíveis)

19 de julho – Fortaleza (Ingressos disponíveis)

20 de julho – Brasília (Ingressos disponíveis)

2 de agosto – Rio de Janeiro (Esgotado)

3 de agosto – Rio de Janeiro (Esgotado)

17 de agosto – Belo Horizonte (Ingressos disponíveis)

24 de agosto – São Paulo (Esgotado)

25 de agosto – São Paulo (Esgotado)

31 de agosto – Curitiba (Esgotado)

13 de setembro – Manaus (Ingressos disponíveis)

14 de setembro – Belém (Ingressos disponíveis)

21 de setembro – Porto Alegre (Ingressos disponíveis)

12 de outubro – São Paulo (Esgotado)

13 de outubro – São Paulo (Esgotado)

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Giulia Cordeiro

Giulia Cordeiro é carioca, jornalista e professora por formação, artista por amor. Amante da música e dos gatinhos, não sai de casa sem um caderno e caneta, e adora boas histórias (geralmente bem longas).

Previous Crítica: Graças a Deus
Next Sérgio Mallandro apresenta o stand-up comedy “O Errado Que Deu Certo”

4 thoughts on “Nossa História: tudo sobre a turnê mais esperada de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Rock in Rio 2019: Iron Maiden vai levar a Cidade do Rock a loucura

26 de setembro de 2019
Close