O “Inferno é Aqui” é o lançamento do escritor, cineasta e publicitário André Schuck, publicado no Brasil pela Editora Coerência

O enredo de “O Inferno é Aqui” gira em torno de um psicopata que convive com demônios. Ele e sua esposa sequestram uma garota que acreditam ser a reencarnação da filha que perderam ainda na gravidez, devido ao abuso de drogas.

Ao mesmo tempo que tentam conquistar o amor da criança, eles terão de sobreviver a uma caçada policial pelo país, pois ambos embarcam em uma jornada de loucura e assassinatos. Entretanto, essa não é a maior ameaça. E os demônios? Eles ajudam, mas em troca querem a alma da garota.

Esse amor doentio do protagonista pela menina é contado por André de três formas bem diferentes, mas que se complementam: literatura, ilustração e fotografia. Sobre o trabalho com essas mídias, o escritor afirma: “Quis fazer uso delas de uma maneira que a narrativa do texto parecesse o mais verdadeira possível. Uma dando suporte a outra para impactar e levar a história adiante”, conta.

Como é de se imaginar, uma obra com diferentes mídias requer um trabalho impecável de produção. Especialista em dirigir cenas, o escritor realizou uma exaustiva sessão fotográfica com o auxílio do parceiro de produção, Bruno Frede, artista de VFX. O Inferno é Aqui também contou com os traços da ilustradora Suzana Saito que deu vida às cenas insanas que completam a narrativa com textos e fotos.

Felipe Colbert, agente literário de André, classifica o livro como resultado de uma mistura estética do cineasta Rob Zombie com o filme de Oliver Stone, “Assassinos por Natureza”. Ademais, o cineasta já esteve com algumas celebridades que representaram o mundo sanguinário do terror: Linda Blair (“O Exorcista“, na foto abaixo com André) e Robert Englund, famoso por interpretar o vilão Freddy Krueger no cinema.

Sobre o autor

Fã de Stephen King, André Schuck é editor, diretor de cena e de pós-produção e ainda publicitário. Escreveu e dirigiu curta-metragens finalistas em festivais internacionais, tais como NYC Horror Film Festival e Shriekfest Film Festival. Foi o editor e produtor associado do documentário “Making Light in Terezin”. Além disso foi também produtor do longa-metragem “Attachments”, que conta com a atuação da atriz Katharine Ross, indicada ao Oscar.  Na literatura, participou de diversas coletâneas de suspense anteriormente ao seu primeiro livro solo, “Vingança“, lançado no Brasil e em Portugal. Também é o autor do livro “Cinema Roteiro“, onde ensina técnicas de escrita da sétima arte.