Em entrevista durante o TCA – apresentação das emissoras para a Associação de Críticos Televisivos dos Estados Unidos – o presidente da programação da HBO, Casey Bloys, revelou para o TVLine que o número de episódios do oitavo ano de “Game of Thrones” ainda não foi definido pelos showrunners D.B. Weiss e David Benioff .

” Acredito que eles ainda estão pensando nisso porque querem encontrar um formato para a temporada”, disse. O executivo complementou que a dupla sempre faz o que acreditam ser a melhor versão do programa. ” Se resume a quantos (episódios) eles estão confortáveis. Mas eu sempre escolheria mais”, afirma.

Foto: Divulgação/HBO

Ainda de acordo com o próprio Bloys, para a EWo canal não exclui a possibilidade de um spin-off baseado no universo de George R. R. Martin.  “Eu diria que ainda estamos nas conversas preliminares” disse. Ele reforçou que ainda não foi escolhida uma ideia ou trama especifica dentro do universo de Westeros. “Existem áreas que estamos explorando, mas eu não apontaria para nenhuma delas e diria ‘é isso que vamos fazer'”, afirmou.

A sétima temporada de “Game of Thrones” retorna este ano, ainda sem data definida pela HBO. Segundo Liam Cunningham, o Sor Davos, os episódios da oitava temporada seriam gravados  no segundo semestre de 2017.

Possíveis tramas para a série derivada 

Em um universo tão rico como o de “As Crônicas de Gelo e Fogo”, as opções de tramas para um spin-off são imensas. Confira abaixo algumas sugestões:

A Guerra da Conquista 

Antes de sua extinção, os Targaryen governaram Westeros por muitos anos. Originários da extinta Valiria, a família chegou ao continente quando Aegon, o Conquistador, e suas irmãs e esposas  Rhaenys e Visenya, desembarcaram em Pedra do Dragão com seus dragões e um pequeno exército. As empreitadas militares do trio – que resultaram no domínio de Westeros – ficaram conhecidas como A Guerra da Conquista.

Sir Duncan, o Alto  

Outra opção interessante sobre o passado de Westeros são as aventuras de Sir Duncan, o Alto, e seu escudeiro Egg,  narradas no livro “O Cavaleiro dos Sete Reinos”, lançado no Brasil pela Leya. Ambientado 90 antes dos eventos  de “As Crônicas de Gelo e Fogo”, o livro acompanha a transformação de Duncan, um rapaz pobre da Baixada das Pulgas, em Porto Real, em um cavaleiro respeitado. Também oferece um bom panorama do reinado dos Targaryen, pouco antes da Rebelião de Robert.

Rebelião de Robert

Talvez essa seja a opção mais obvia, mas nem por isso menos interessante. já que a rebelião liderada pelo Baratheon resultou na trama mostrada na série. Além de uma oportunidade dos fãs verem personagens de GoT na juventude, a série mostraria acontecimentos fundamentais, até agora só narrados, como o rapto de Lyanna Stark, a Batalha do Tridente e o cerco de Porto Real.

A Longa Noite

Tão importante quanto saber quem ficará no Trono de Ferro é saber se Westeros vencerá os Caminhantes Brancos. Isso porque a vida humana quase foi exterminada pelos Outros durante o período chamado Longa Noite. Com a ajuda dos Filhos da Floresta, os Primeiros Homens derrotaram os Caminhantes e os baniram para Além da Muralha, nas Terras de Sempre Inverno. É nesse período que se encontram figuras importantes da história de Westeros, como Bran, o Construtor – responsável pela Muralha – e Azor Ahai, o guerreiro lendário.