Senta que lá vem a história…

Desde crianças somos acostumados a ouvir histórias com um final feliz! As expressões “era uma vez” e “felizes para sempre” estão no imaginário coletivo e são poucos os que não gostam de ouvi-las, quer seja para se lembrar de sua infância, quer seja para se lembrar de algum filme ou livro que lhe traz aquele gostoso sentimento de nostalgia. Essas expressões inspiraram Cristiane Armezina e Fábio Gesse do Estúdio Armon na idealização do projeto “Era Uma Vez Um Feliz Para Sempre”.

Um Tema, Muitos Artistas

A ideia foi reunir uma grande variedade de desenhistas, quadrinistas e ilustradores para que cada um mostrasse a sua visão sobre o fantástico mundo dos contos. A lista de artistas inclui Mary Cagnin (Vencedora do 33º Prêmio Angelo Agostini), Marcela Nohama, Tarsila Alves, Dharylia Sales, Pedro Leonelli, entre muitos outros!  Foi justamente essa mistura de estilos e gêneros que tornou a obra mais rica. Em pequenas histórias (uma ou duas páginas, no máximo) os artistas colocaram o seu talento e sua visão sobre o tema.

Era uma Vez, Vários Finais Felizes

É muito interessante ver as mais diversas obras ganharem vida através de olhares tão diferentes. Há aqueles que contaram lindas histórias de amor, há os que decidiram focar nas aventuras épicas, os que deram preferência por expor sua , sua filosofia de vida ou seu amor pelos animais, enfim, há histórias de todos os tipos. A grande maioria optou por fazer as ilustrações em estilo mangá, com algumas exceções, mas ainda assim é possível distinguir os traços dos vários artistas dentro da coletânea.

Linda Arte e Material Extra

Se você é fã de contos de fadas ou não, recomendo essa obra, pois mesmo que não goste de maneira alguma desse gênero, ainda poderá apreciar a linda arte desse pessoal em todas as HQs e na Galeria (que veio como material extra), e isso por si só já valeria a pena. Há ainda além da galeria, a seção “Use Sua Criatividade” que é na verdade uma série de desenhos em Preto e Branco onde o leitor poderá, caso queira, colorir algumas cenas de seu jeito. Como vê, são várias razões para você dar uma chance à essa obra e quem sabe se inspirar para o seu próprio “Feliz para Sempre”!