Connect with us

Hi, what are you looking for?

Literatura

Resenha ” Te pego na saída”

Fabrício Carpinejar é um dos grandes expoentes da atualidade. Nessa edição veremos uma resenha da obra te pego na saída que apresenta histórias da sua infância.

Resenha te espero na saída

O livro te pego na saída foi escrito pelo autor Fabrício Carpinejar ,livro composto com 25 crônicas com sabor de infância e que perpassa por todos os sentimentos dessa fase da vida . O autor descreve como uma autobiografia e diz que se há algo inventado é que ele não suportou a realidade.

Através de suas memórias com humor e ternura revisitamos a infância nas lembranças do que foi a vida de Fabrício que com ironia se dizia um menino feio mas tudo o que vivemos nos torna o adulto que somos e , segundo ele, por isso a criança que fomos merece tanto respeito.

Advertisement. Scroll to continue reading.

A primeira crônica nos transmite a paixão por ter amanhecido. A rotina de rua simples ,os barulhos da manhã e o prazer do aroma das calçadas lavadas.Ele se descreve um menino de pouco amor mais grato pela manhã ou por ter acordado e se apaixonar por tudo que é a virtude de quem nos primeiros dias sentiu pouco amor.

O amor pelos animais e a paixão pelo futebol geram no leitor a identificação sobre ter sido criança, ter amado e perdido alguns bixinhos e a alegria de todo menino em ser “rei do futebol” difícil é dividir o seu brilho ou passar as suas chuteiras sem sentir-se um pouco entristecido.

A descrição da infância pobre porém jamais triste percebida nas alegrias das brincadeiras de bairro e dos cadernos encapados pela mãe. O bairro das conversas de namorados, brigas de casais e até a escola em que era possível ter os melhores amigos bons de bola e aqueles que te pegam na saída.

Advertisement. Scroll to continue reading.

A leitura aguça a nossa memória afetiva e nos faz sorrir a imaginar a nossa infância parecida, repleta de alegrias e tristezas e que nos tornaram os adultos que agradecem aos meninos que fomos o prazer de ter aprendido tanto e ter se tornado um adulto feliz que não desaprendeu sobre a arte de sonhar.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Written By

Jandiara Paiva é professora, escritora e estudante de jornalismo.Escreveu livros sobre educação antirracista,antibullying e poesia. Apresentadora do Programa culturas e colaboradora da revista woo.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode ler...

Literatura

Com obra esgotada na Bienal de SP/22, Gleicy Favacho é atração confirmada na Bienal do Rio deste ano com seu último lançamento: “Como ser...

Entrevistas

Escritora, palestrante, sobrevivente. Bruna Lauer reservou um tempinho para nos contar sobre sua trajetória como escritora (e leitora) além das páginas de seu livro...

Literatura

Não é curioso como as cenas mais inesquecíveis podem ser tão triviais? Vida, morte, doença; no livro de não-ficção “Uma oitava acima”, Bruna Lauer...

Entrevistas

Escritora de best-sellers na Amazon, Ana Carolina Kherlakian explora a resiliência humana em seu mais novo romance: “A garota armênia”, um drama histórico ambientado...

Advertisement