Para entrar na mid-season e deixar o público ansiando por mais episódios, “Dynasty” acerta mais uma vez desenterrando segredos e mentiras do passado, que vem em um formato diferente dessa vez. Ainda é possível criar várias histórias e não se perder? Ao que tudo indica, sim.

Atenção: o conteúdo abaixo possui spoilers do nono episódio de Dynasty. Confira os outros reviews aqui.

É natal na mansão dos Carrington e parece que o Papai Noel passou com uma surpresa dúbia: a misteriosa irmã de Cristal (Nathalie Kelley), mãe de Sammy Jo (Rafael de La Fuente): Iris Machado (Elena Tovar). Convidada por Blake (Grant Show) após Cristal contar sobre a situação de sua família na Venezuela, a cunhada não é a única surpresa da noite. O pai de Blake, Tom Carrington (Bill Smitrovich) chega depois de resgatar Steven (James Mackay), que com toda a história envolvendo Stansfield (Michael Bay), acabou indo para Nova York.

A primeira coisa que precisamos falar é o quanto é irritante ter que engolir personagem preconceituoso, pois Tom Carrington é racista. E isso atinge diretamente Cristal e sua família. É muito triste ver como isso é verdadeiro ainda, pois o personagem faz inúmeros comentários desagradáveis. Nem o fato de ser um personagem com muita história nas costas atrai, uma vez que sua verdadeira face já foi revelada.

O episódio tem dois focos, o primeiro é no grande segredo de Cristal que veio a tona com Iris, que roubou a própria irmã e ainda falou umas “diretas” bem diretas para Blake. De volta na Venezuela, Iris sofria com os constantes abusos do marido Alejandro (Luis Fernandez), e quando ele as pegou roubando o dinheiro pra fugir pra América do Norte, ele explodiu. Num ato de defesa pela irmã, Cristal o matou. Mas, podemos perceber que o rancor de Iris estava muito além desse incidente, mas também pela inveja de ver o quanto a irmã subiu na vida e conquistou seu “sonho americano”. 

Quanto a Fallon (Elizabeth Gillies), na tentativa de fazer uma surpresa de natal para Monica (Wakeema Holis) e Jeff Colby (Sam Adegoke) a protagonista não enxerga limites e leva a amiga para visitar o pai na prisão. Ainda não fica claro o que realmente aconteceu entre os Colby e os Carrington, mas descobrimos que toda a aproximação de Jeff com a família é para se vingar de algo que aconteceu no passado, onde Blake não só fez com que Cecil Colby (Hakeem Kae-Kazim) fosse preso, como também dormiu com a matriarca da família Colby. É passado com segredos que vocês pediram? Pois é isso que os roteiristas de “Dynasty” tem para oferecer.

O final, que contradiz tudo o que vivenciamos até agora sobre Cristal, vem pra acrescentar mais uma trama a narrativa principal e assim ter história pra contar pelos próximos episódios.


Apoia-se

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Júlia Cruz

Acredita ser uma criação do Projeto Leda enquanto espera o Doutor com a sua Tardis. É apaixonada por cachorros, gosta de acender incensos, observar estátuas e tomar café. Descobriu que tudo é passível de crítica e desconstrói os enredos das mais de cem séries que já viu, para os leitores da Woo Magazine.

Previous Crítica: Sobrenatural: A Última Chave
Next Mostra Melhores Filmes de 2017 chega no CCBB do Rio de Janeiro

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close