Mariana começou seu canal com versões covers aos 13 anos
e se tornou referência musical no Youtuber

Mariana Nolasco foi a atração escolhida para encerrar as apresentações no palco Supernova, no dia 5 de outubro, no Rock in Rio 2019. A jovem cantora está divulgando suas músicas autorais em uma turnê que está passando por vários estados brasileiros. O último clipe de Mariana, “Planeta Borboleta” , já possui mais de 600 mil visualizações no Youtube.

Depois do show na Cidade do Rock, Mariana foi carinhosamente atender os pedidos dos fãs para fotos. E, em seguida, com o mesmo carisma, concedeu uma entrevista especial para a Woo! Magazine.

Confira o que ela falou sobre a carreira, os fãs e suas inspirações no mundo da música:

Danilo Andrade.: Mariana, você, ainda muito nova já se tornou um sucesso através do seu canal. E, mais que isso, mostrou para outros cantores(as) uma forma como os mesmos poderiam divulgar os seus trabalhos, se tornando numa inspiração para eles. Como você se sente sendo essa inspiração para essa galera?

Mariana Nolasco.: Então, é engraçado porque muitas pessoas vêm falar comigo exatamente sobre isso, né: “você é minha inspiração”; “eu comecei meu primeiro canal no Youtube por causa de você”; “eu quero ser cantor(a) por causa de você”. E antes eu sempre me coloquei no lugar deles (pessoas que hoje me vêm como inspiração). Eu tinha minhas inspirações em outros cantores. Então, hoje, ouvir de alguma pessoa que eu sou tipo, a inspiração dela, isso só me motiva mais ainda para querer entregar algo que é de coração.

D. A.: E qual dica você daria a essa galera que se inspira em você?

M. N.:  É confiança! Você precisa confiar no seu potencial. Porque todos temos um potencial guardado e devemos confiar muito nisso. Você precisa fazer de coração e confiar em si mesmo.

Imagem: Divulgação/Rock in Rio (Crédito: Ariel Martini)

D.A.: Quando você começou a perceber que a sua paixão pela música havia deixado de ser apenas paixão para se tornar um trabalho? E como você lida com isso?

M. N.: Eu acho que demorou um pouco para cair a minha ficha! Porque eu comecei como uma cantora cover, do interior, sem pretensão alguma. Eu amava assistir vídeos e também sempre levei tudo muito na brincadeira. Eu sempre pensei: “Cara, o que eu vou fazer no futuro? Será que eu vou ser uma psicóloga? Será que eu vou ser uma advogada?”. Eu ficava na dúvida constante. Até porque a música, para mim, realmente era um plano B… Talvez nem plano B, eu acho.

Aí as pessoas começaram a me perguntar: “Por que você não faz músicas autorais?”. Porque até então eram só versões. Aí eu pensei assim: “Nossa!!!”. E comecei a escrever. Só que ai tinha um negócio, porque tudo que eu escrevia ficava ruim (risos).

Então eu resolvi parar e analisar. Comecei a escrever e escrever. Treinar, praticar. Escrevendo e confiando – como eu falei antes. E a partir daí as coisas começaram a acontecer e eu comecei a levar mais a sério.

D. A.: Voltando ao assunto inspiração. Você falou como é ser uma inspiração para os outros e também disse que possui as suas inspirações próprias. Conta pra gente, quais são e quais foram as principais inspirações de Mariana Nolasco.

M. N.: Então, é engraçado porque as pessoas sempre focam em um estilo, um nicho musical, mas eu sempre fui eclética. Eu sempre considerei todas as músicas. Eu achava lindo, gostava de tudo. Então eu tenho referências da MPB, que são dos CDs que minha mãe colocava pra eu escutar. Como Marisa Monte, aí também tinha Maria Gadu, tinha Caetano, Toquinho, Chico, assim, uma galerona da MPB, que são clássicos. Só que hoje eu vejo muito, por exemplo, Ed Sheeran, que é um cara que toca violão e faz um loop com o pedal, coisa e tal, que eu acho muito sinistro. A H.E.R que estava tocando aqui no Rock in Rio também, eu a acho maravilhosa! Essa galera mais nova que está surgindo agora, eu pego muito de referência.

D. A.: E você teria algum cantor, cantora ou banda com quem algum dia você gostaria de dividir junto o palco, cantando?

M. N.: Então, eu falei do Ed Sheeran, e tem também o Shawn Mendes. Eu acho ele (Shawn) sensacional!
Mas olha, pensando agora, tem uma pessoa que eu gostaria muito de fazer um som (assim, sem pretensão nenhuma galera) o John Mayer, eu o acho sensacional, ele é incrível.

D. A.: Como você se sentiu tocando no Palco Super Nova, no Rock in Rio 2019.

M. N.: Foi algo super novo (risos)! Foi incrível né, uma super oportunidade. E é engraçado porque a ficha parece que demora a cair. Porque é um festival tão grande, com tanta gente querendo tocar aqui. Gente que tá ali na plateia assistindo e que gostaria de tocar no meu lugar. E eu fiquei muito feliz vendo a galera curtindo o show, e querendo estar ali. E sabe, acredito que é isso (o público, os fãs) que realmente importa.

Imagem: Divulgação/Rock in Rio (Crédito: Ariel Martini)

D. A.: E você possuí algum trabalho novo no momento, do qual você possa falar pra gente?

M. A.: Para sair agora, não tenho! Mas eu estou com a minha turnê agora, do meu novo clipe. Então, agora estou passando por algumas cidades. Passei agora pelo Rio de Janeiro, por Belo Horizonte, agora vou para Salvador, para Belém e também para Curitiba. E é muito legal ver as pessoas cantando minhas músicas autorais. Porque até então eu só tinha feito shows de cover.

Ver as pessoas cantando as músicas que eu escrevi, acredito que não tem presente maior.

D. A.: Então para fechar, como é sua relação com seus fãs, com seus seguidores fiéis? E qual recado você gostaria de mandar para eles?

M. N.: Então, como eu sempre falo, eu tento manter a relação o mais próximo e humana possível. Eu acredito que não é porque eu estou num lugar um pouco mais alto que essa relação precisa ser distante. Eu tento manter eles sempre atualizados nas redes sociais, sobre o meu dia a dia, sempre mantendo esse contato.
Então eu tenho muita gratidão por eles, por que se não fosse por eles eu não estaria aqui hoje me apresentando (no Rock in Rio). Então é muita gratidão e eu amo vocês.


O Rock in Rio 2019 aconteceu de 27 de setembro à 06 de outubro no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro. A Woo! Magazine esteve presente todos os dias com sua equipe, e o apoio da Piticas Botafogo Praia Shopping e do Escape Time Rio de Janeiro, proporcionando uma cobertura completa do evento e muita diversão com brincadeiras com o público presente.